Troyes

Os museus de Troyes

20 de junho de 2017

De 19 a 25 de junho é o Museum Week, ou seja, uma semana inteirinha dedicada aos museus nas redes sociais. E, assim como em outros anos, nós da RBBV (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem) fazemos uma blogagem coletiva sobre o tema. Eu escolhi falar dos museus de Troyes, dos quais gostei muito.

Museus de Troyes

Já fiz uma série de posts sobre Troyes, que você pode ver aqui. Como a cidade tem vários museus interessantes e de diferentes tipos, reuni os que visitei em um só post. Então, vamos a eles.

Museus de Troyes
Cité du Vitrail

1) Musée d’Art Moderne – Fica no antigo Palais des Évêques, construído entre os séculos XVI e XVII e totalmente restaurado. O museu foi criado em 1982, graças à doação de Pierre e Denise Levy, um casal de empresários que começou a colecionar arte nos anos 1930 e foram amigos de vários artistas da época.

Museus de Troyes

O museu é composto por cerca de duas mil obras, que abrangem o período de 1850 a 1980. A coleção se concentra principalmente no século XX. Em matéria de pintura, encontramos obras de Gustave Courbet, Georges Seurat, Edgar Degas, Paul Gauguin, Georges Braque, Henri Matisse, só para mencionar alguns.

Museus de Troyes
Paul Gauguin – Jeune Tahitienne, 1891

Uma coisa interessante é que muitos dos artistas expostos aqui foram amigos do casal Levy. Um exemplo é André Derain, cujas obras compõem boa parte do acervo. Além da pintura, podemos ver algumas esculturas e máscaras que ele fez.

Museus de Troyes

Também destaque para Maurice Marinot, artista que nasceu e viveu em Troyes e que possui uma área do museu só para ele. Polivalente, ele não somente criou pinturas como também fez diversos trabalhos em vidro e estudos para estas criações, em Art Déco.

Museus de Troyes

A parte de esculturas do museu não é grande, mas tem obras significativas de grandes escultores, como Auguste Rodin, Aristide Maillol. Há também obras em escultura de Edgar Degas e uma de Pablo Picasso.

Museus de Troyes

Uma parte do musée é dedicada a obras africanas, principalmente da Costa do Marfim. E, saindo para os jardins, encontramos algumas esculturas de vários artistas contemporâneos, como Martine Martine, filha dos benfeitores do museu.

Museus de Troyes
Obras africanas

Musée d’Art Moderne
14, place Saint-Pierre
10000 Troyes
Horários : De 1° de abril a 31 de outubro, de terça a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 18h. De 1° de novembro a 31 de março, de terça a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 17h.
Tarifas: 5 euros. Gratuito para menores de 18 anos

Museus de Troyes
Martine Martine – Anne et l’Homme des Bois, 1979

2) Musée Saint-Loup – Fica na antiga Abadia de Saint-Loup, construída entre os séculos XVII e XVIII. Na verdade, este museu, criado em 1833, abriga três áreas, que poderíamos considerar três museus diferentes.

Museus de Troyes

O primeiro é de História Natural, com destaque para a fauna da região. Há diversas espécies de pássaros, peixes, lobos, javalis e por aí vai. Nas explicações, podemos ver onde elas são encontradas. Apesar de ser em francês, essas explicações são bem visuais e, por isso, fáceis de entender.

Museus de Troyes
Gatos selvagens

A segunda área é sobre arqueologia. Aqui vemos objetos descobertos em escavações da região. Há achados da época da Pré-História, do período da dominação dos romanos e da época dos merovíngios. Foram encontrados, principalmente, objetos de uso cotidiano e de culto. Há até um esqueleto celta que mostra como as pessoas eram enterradas por volta do século V da nossa era.

Museus de Troyes

O terceiro museu aqui é de Belas-Artes. Encontramos nesta parte pinturas, esculturas, objetos de ourivesaria, obras que vão do período medieval até o século XIX. Há quadros de mestres como Philippe de Champaigne, Jean Honoré Fragonard, Antoine Watteau, Jean-Auguste-Dominique Ingres, Gustave Doré e outros.

Museus de Troyes
Philippe de Champaigne – La Réception du Duc de Longueville

Destaque para obras que mostram Troyes e para os artistas da região, como, por exemplo, Auguste Truelle e Hector Pron. Há também muitas obras religiosas medievais, que foram retiradas das igrejas dos arredores, destruídas na Revolução Francesa.

Museus de Troyes

Musée Saint-Loup
61 rue de la Cité
10000 Troyes
Horários: De 1° de abril a 31 de outubro, de quarta a segunda, das 10h às 13h e das 14h às 18h. De 1° de novembro a 31 de março, de quarta a segunda, das 10h às 13h e das 14h às 17h.
Tarifas: 5 euros. Gratuito para menores de 18 anos

Museus de Troyes

3) Hôtel de Vauluisent – Aqui, na verdade, são dois museus: o Musée Historique de Troyes et de la Champagne e o Musée de la Bonneterie. Ambos abrigados neste palacete do século XVI.

Museus de Troyes

O Musée Historique abriga obras da região, realizadas no século XVI. Há, por exemplo, quadros que mostram Troyes e paisagens da Champagne. Vemos também decorações externas esculpidas de antigas casas e palacetes da cidade, retiradas na época em que essas construções foram restauradas ou destruídas.

Museus de Troyes

Há, ainda, no acervo do museu, decorações e estatuário das igrejas da região. São obras que foram substituídas durante a restauração destas igrejas ou, então, retiradas dos templos e conventos que foram destruídos na Revolução Francesa.

Museus de Troyes

Já o Musée de la Bonneterie conta a historia desta indústria que fez a prosperidade de Troyes e até hoje marca a região. Aqui vemos a trajetória das fábricas, as máquinas usadas na confecção dos produtos e até exemplares realizados há muitos anos. É bem interessante!

Museus de Troyes

Hôtel de Vauluisent
4, rue de Vauluisant
10000 Troyes
Horários: De 1° de abril a 31 de outubro, de quarta a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 18h. De 1° de novembro a 31 de março, de quarta a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 17h.
Tarifas: 3 euros. Gratuito para menores de 18 anos.

Museus de Troyes

4) La Maison de l’Outil et de la Pensée Ouvrière – Este museu fica no Hôtel de Mauroy, um edificio histórico construído no século XVI. Já o musée foi criado em 1974 pelos Compagnons du Devoir,uma espécie de corporação que reúne, desde a Idade Média, artesãos e trabalhadores de várias profissões. Para criar o museu, eles restauraram o palacete e hoje cuidam da sua administração e conservação.

Museus de Troyes

O acervo da Maison é diferente: ele é composto por mais de oito mil ferramentas de diversas profissões, principalmente dos séculos XVII e XVIII. Há também uma biblioteca de 32 mil volumes dedicados aos métiers. Mas a historia das atividades, muito mais antiga, é contada aqui.

Museus de Troyes

No museu, vemos alas com objetos usados por sapateiros, açougueiros, marceneiros, carpinteiros, pedreiros, etc. O número de atividades reunidas ali é imenso. Essas partes são ilustradas por fotos e levam o nome de trabalhadores de Troyes que fizeram parte dos Compagnons.

Museus de Troyes

Uma pequena seção da Maison é dedicada às profissões modernas. E outra às exposições temporárias.

Museus de Troyes

La Maison de l’Outil et de la Pensée Ouvrière
7, rue de la Trinité
10000 Troyes
Horários : de 1° de abril a 30 de setembro, todos os dias, das 10h às 18h. De 1° de outubro a 31 de março, de quarta a segunda, das 10h às 18h.
Tarifas: 7 euros. Reduzida: 3,50 euros (entre 12 e 18 anos).

Museus de Troyes

5) Apothicairerie Ancienne de l’Hôtel-Dieu-le-Comte – O Hôtel-Dieu era um hospital de caridade, fundado e gerenciado por religiosos. O de Troyes datava do século XVIII. E o que vemos aqui é um museu com os objetos da farmácia deste hospital.

Museus de Troyes

São mais de 320 caixas de plantas medicinais e cerâmicas que guardavam as mais diversas composições. A disposição destes objetos é a mesma da época em que a farmácia funcionava. E os nomes dos ingredientes também. É como se voltássemos no tempo. Bem legal!

Museus de Troyes

Há também potes com as plantas e ervas que eram usadas na época, objetos religiosos que faziam parte da capela e das dependências do Hôtel-Dieu e os bustos de antigos diretores do hospital.

Museus de Troyes

Apothicairerie Ancienne de l’Hôtel-Dieu-le-Comte
31 Quai des Comtes de Champagne
10000 Troyes
Horários: De 1° de abril a 31 de outubro, de terça a domingo, das 10h às 13h e das 14h às 18h. De 1° de novembro a 31 de março, das 10h às 13h e das 14h às 17h.
Tarifas: 3 euros. Gratuito para menores de 18 anos.

Museus de Troyes

6) Cité du Vitrail – O vital de Troyes foi um dos mais importantes da França. Então é normal que exista um museu dedicado a ele na cidade. O local escolhido foi uma parte das dependências externas do Hôtel-Dieu citado acima.

Museus de Troyes

A Cité reúne 25 vitrais, que vão do século XII aos dias atuais. As obras expostas mudam de tempos em tempos, de modo que todo o acervo acaba sendo exposto em turnos. Há vitrais religiosos, é claro, mas também civis.

Museus de Troyes
Henri de Faucigny-Lucinge – Buveur de Champagne, 1874

A área geográfica também é grande: há realizações de Troyes, de outras cidades da região e até de outras regiões francesas. Destaque para alguns vitrais que pertenceram à Basilique de Saint-Denis, nos arredores de Paris.

Museus de Troyes
Hérode et ses conseillers, Basilique de Saint-Denis, 1140-1144

Cité du Vitrail
1 rue Roger Salengro (esquina com o quai des Comtes de Champagne).
10000 Troyes
Horários: de 1° de maio a 30 de junho e de 1° de setembro a 31 de outubro, de terça a domingo, das 9h30 às 12h30 e das 13h30 às 18h. De 1° de julho a 31 de agosto, de terça a domingo, das 9h30 às 18h. De 1° de novembro a 30 de abril, de terça a domingo, das 9h30 às 12h30 e das 13h30 às 17h.
Gratuito

Museus de Troyes

Como ir a Troyes – Em Paris, pegue o trem na Gare de l’Est. O trajeto dura mais ou menos 1h30. Para saber preços e horários, consulte o site da SNCF, a companhia francesa.

Museus de Troyes
Musée d’Art Moderne

Enfim, estes são os museus que visitei em Troyes. E, caso você decida visitar algum, espero ter dado todas as informações para ajudar na sua visita. Para ver os outros blogs da blogagem coletiva, veja a seguir os links.

Museus de Troyes
Hôtel de Vauluisent

Blogs que participaram da blogagem coletiva
1001 Dicas de Viagem – Museu Histórico de Berna, Suíça
A Fragata Surprise – Museus de Florença – Guia de Sobrevivência
A Vida é Como Um Livro – Galeria Nacional da Noruega
Aquele Lugar – Museus do Vaticano – Roma – Itália
Caixa de Viagens – Museu Charlie Chaplin: o Chaplin’s World em Vevey, Suíça
Cantinho de Ná – Museu do Futebol em São Paulo: paixão, história e entretenimento
Comendo Chucrute e Salsicha – Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires, Argentina
Dedo no Mapa – Museu Paranaense
Destino Compartilhado – Museu Lasar Segall

Museus de Troyes
Apothicairerie Ancienne de l’Hôtel-Dieu-le-Comte

Devaneios de Biela – Museu Nacional da Finlândia em Helsinki
Do RS para o Mundo – Centro Português de Fotografia – Porto/Portugal
Entre Polos – Museu Nacional do Hermitage – São Petersburgo – Rússia
Estrangeira – 8 Museus Imperdíveis em Barcelona, Espanha
Família Viagem – Children’s Museum of Houston – Texas com crianças
Farrabadares – Memorial São Nikolai em Hamburgo
Gastando Sola Mundo Afora – Museo de Arte Precolombino de Cuzco
Guia do Nômade Digital – Galeria 11/07/95:Galeria sobre o Genocídio na Bósnia e Herzegovina
ILoveTrip – Top 7 Museus em Brasília que você precisa conhecer
Itinerário de Viagem – MET Museum em Nova Iorque

Museus de Troyes
Musée Saint-Loup

Let’s Fly Away – Museu Botero, Bogotá, Colômbia
Ligado em Viagem – Beco do Batman é museu de grafite e arte de rua em São Paulo
Mariana Viaja – National Gallery of Art, em Washington
Me Deixa Ser Turista – Conheça o Museu da Revolução, em Havana
MEL a Mil pelo Mundo – Museo de Ciências Naturais de Madrid
Mochileza – Museu do Automóvel de Turim, Itália
Mulher Casada Viaja – Exploratorium – Museu de São Francisco, Califórnia
Passeios na Toscana – Florença do alto: as Torres abertas à visitação
Quase Nômade – Museu Iberê Camargo, em Porto Alegre
Sol de Barcelona – Museu Olímpico e do Esporte – Barcelona

Museus de Troyes
Hôtel de Vauluisent

Sonhando em Viajar – Catetinho, em Brasília, Brasil
Tá indo pra onde? – 17 museus, centros culturais e experiências além do básico em Barcelona
Trilhas e Cantos – Museu Casa dos Contos em Ouro Preto
Turistando.in – Visitando o Museu de História da Arte de Viena (Kunsthistorisches Museum)
TurMundial – Museu do Picasso em Málaga, Barcelona e Antíbes
Uma Viagem Diferente – 4 Museus Imperdíveis em Florença
Vamos Por Aí – Meus Museus Favoritos
Viagem LadoB – Ilha dos Museus – Berlim
Viajar correndo – Museu Light da Energia, Rio de Janeiro
Viajar hei – Museu Imperial – Petrópolis – Rio de Janeiro

Museus de Troyes
La Maison de l’Outil et de la Pensée Ouvrière

Viaje na Web – American Museum of Natural History – Museu de História Natural de Nova York
Viajento – Museo Santuarios Andinos – Arequipa, Peru
Viajo com filhos – Nemo Science Museum, em Amsterdã, Holanda
Viajoteca – Batik na Indonésia: Museu Têxtil em Jakarta, Indonésia

Museus de Troyes
Musée Saint-Loup

* Reserve hotel para Paris e outras cidades do mundo com o Booking
* Compre seu seguro de viagem com a Real ou com a Mondial
* Para fazer passeios e excursões, contate a ParisCityVision
* Para transfer e passeios privados, contate a França entre Amigos
* Compre ingressos fura-fila para várias atrações de Paris e outras cidades com a Ticketbar
* Alugue um carro com a Rentalcars
* Saiba mais sobre Cursos de idiomas no exterior

Renata Rocha Inforzato

Sou de São Paulo, e moro em Paris desde 2010. Sou jornalista, formada pela Cásper Líbero. Aqui na França, me formei em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X. Trabalho em todas essas áreas e também faço tradução, mas meu projeto mais importante é o Direto de Paris. Amo viajar, escrever, conhecer pessoas e ouvir histórias. Ah, e também sou louca por livros e animais.

Comentários (2)

  • Fernanda - Blog Tá indo pra onde? Responder    

    21 de junho de 2017 at 2:59

    Não sei o que eu gostei mais: os museus em si ou os prédios onde eles estão! hehehe Vc já me convenceu a conhecer Troyes quando voltar pra França (além de uma conexão no CDG rs)!

  • Ana Carolina Miranda Responder    

    23 de junho de 2017 at 18:28

    Renata, que incríveis suas dicas! Esses museus devem ser tudo de bom. Ainda não conheço, mas pretendo conhecê-los.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Direto de Paris usa cookies para funcionar melhor. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close