Mont Saint-Michel

Mont Saint-Michel de excursão

2 de setembro de 2016

Sempre tive vontade de conhecer o Mont Saint-Michel, na Normandia, uma ilhota rochosa onde está uma abadia que existe desde o século VIII, dedicada a São Miguel. Mas, sabem como é: a gente vai enrolando. Até que apareceu a oportunidade de ir até lá com a PARISCityVISION. Então, não pensei duas vezes e fui. E neste texto, conto como é o passeio.

Mont-Saint-Michel

A PARISCityVISION é uma das mais antigas e conhecidas empresas de turismo da França. Ela faz passeios por Paris e outras regiões francesas, normalmente em excursões. São desde citytours pela capital até excursões de dois a três dias combinando mais de uma região.

Mont-Saint-Michel

Eu já conhecia e usei os serviços da empresa antes mesmo de ter este site. Por isto, não tive receio em me tornar parceira dela. E agora, anos depois, tive o convite para fazer mais um passeio com eles e, dentre todas as opções, escolhi o Monte, porque era o lugar que ainda não conhecia.

Mont-Saint-Michel

Assim como os outros passeios, há várias opções de horários e idiomas para esta excursão. Eu escolhi o domingo dia 7 de agosto, em francês. Tem em português também, mas é às quintas, sextas e sábados (calendário de 2016). Contudo, a guia, Anne, falava também espanhol e a maioria da excursão – éramos uns 20 – era composta por nativos da língua. Só havia umas seis pessoas que falavam francês, incluindo eu. Assim, por opção, ouvi as explicações nas duas línguas, o que foi legal.

Mont-Saint-Michel

Mont-Saint-Michel
A nossa guia, Anne

O horário da partida era bem cedo, 7h15 da manhã, pois a viagem até lá de ônibus dura quase 5 horas, contando com a parada. Cheguei umas seis e meia, com o voucher impresso. Eles me deram uns adesivos para colar na roupa, para me identificar como integrante do grupo. Como lá no Monte havia outros grupos, incluindo um grupo em inglês da mesma empresa, os adesivos são bem úteis para não se perder do grupo.

Mont-Saint-Michel

Na hora certa, o ônibus partiu. Consegui sentar bem na frente, no segundo andar, e a minha vista do caminho foi bem legal. Deu pra tirar bastante foto. O percurso é interessante desde o começo, mesmo dentro de Paris. Dá para ver por esta foto, né?

Mont-Saint-Michel

Na ida, há uma parada de quarenta minutos, em um restaurante de beira de estrada, como em qualquer viagem de ônibus. Só que o lugar escolhido, já na Normandia, nos faz sentir a expectativa do que vamos ver. Há livros sobre a região e um monte de caixinhas com biscoitos, balas e outras lembranças com o tema do Mont Saint-Michel.

Mont-Saint-Michel

Nessa primeira metade da viagem de ida, viajamos em silêncio. Muita gente dormindo e eu admirando a paisagem – e tirando fotos. Já na segunda metade, nós colocamos os fones e ligamos o aparelho para ouvir as explicações da guia, que conta a história do Monte e fala das características da Normandia, incluindo a gastronomia, o clima, a geografia, etc. É muito interessante.

Mont-Saint-Michel

E conforme vamos nos aproximando, o Mont Saint-Michel aparece lá longe. E junto com as explicações da Anne, a sensação que temos é daquela ansiedade gostosa que antecede um primeiro encontro tão esperado. E o dia lindo só ajudava.

Mont-Saint-Michel

Chegamos no estacionamento, ainda no continente, ao meio-dia e, antes de pegarmos a navette (um ônibus público) para irmos até o Monte propriamente dito, fomos almoçar. O restaurante era o Relais Saint-Michel, que é um hotel também. Sentei à mesa com umas dez pessoas do grupo, todas falantes do espanhol, e em bom portunhol me comuniquei com elas. Mexicanos, argentinos, espanhóis, uma romena que morou em Madri e eu.

Mont-Saint-Michel
A navette
Mont-Saint-Michel
Olhem que vista

O almoço estava gostoso: a entrada foi um folhado com camembert, um dos queijos típicos da Normandia; o prato foi Salmão com molho de manteiga, acompanhado por legumes, como sobremesa uma torta de maçã e o café. Tudo regado à cidra. A refeição é incluída no preço do passeio.

Mont-Saint-Michel

Mont-Saint-Michel

A pausa não demora muito, afinal, queremos subir até a abadia. Então, pegamos a navette, sempre com a guia, e chegamos até a entrada do Monte. Subimos as ruazinhas tirando fotos e ouvindo as explicações da Anne. Tinha bem menos pessoas andando por ali do que eu imaginava.

Mont-Saint-Michel

Ao chegarmos à abadia, entramos direto, pois já temos o bilhete, que também está incluído no passeio. Aí vem a parte mais legal: vocês sabem que eu amo história, então, sempre sou lenta quando visito lugares históricos. O meu receio na excursão era que a visita à abadia fosse rápida demais, mas não é!

Mont-Saint-Michel

Fazemos a visita completa, ou seja, visitamos tudo o que é aberto à visitação dentro do monumento. Vamos com calma, ouvindo as explicações, olhando os detalhes e ainda tirando muitas fotos. A visita guiada que Anne nos proporciona é muito boa. Fiz história da arte e já me aconteceu de ficar decepcionada com um passeio porque a guia sabia menos ainda do que eu. Mas a Anne não, formada também em História da Arte, ela faz uma visita bem dinâmica, misturando história, os costumes e usos de cada cômodo na abadia e anedotas interessantes sobre os monges e a época.

Mont-Saint-Michel

O tour no monumento dura cerca de uma hora, tempo suficiente para aprender sobre o lugar, curtir cada cômodo e fazer as fotos – eu fiz quase 600 só ali dentro. Depois nós temos um tempo livre de pouco mais de uma hora para visitarmos o resto do Monte, ou seja, a muralha e as ruazinhas. Ou fazer compras e comer, vai de cada um.

Mont-Saint-Michel

Eu escolhi ver os jardins, a muralha e andar com calma nas ruas. Fui caminhando, curtindo o clima, olhando as construções, a baía e fotografando. E fui devagar. Pouco depois das 16 horas peguei a navette, cheguei no estacionamento e reencontrei o meu grupo.

Mont-Saint-Michel

Mont-Saint-Michel

A viagem de volta também tem uma parada de 40 minutos. Todo mundo dormiu no percurso, até eu. Tanto na ida quanto na volta, o ônibus não vai lotado e é confortável. E a chegada em Paris não poderia ser melhor com uma vista dessa.

Mont-Saint-Michel

Enfim, era mais ou menos 21h30 quando chegamos à sede da PARISCityVISION. E o grupo ainda estava animado. Ainda demoramos um pouco conversando e nos despedimos.

Mont-Saint-Michel

Então, se você me pergunta se valeu a pena este bate-volta até o Monte Saint-Michel, eu te respondo: valeu. Se você não tem tempo ou está com o orçamento apertado, é uma ótima opção, pois você só paga a excursão – e, por ventura, as lembrancinhas que comprar lá.

Mont-Saint-Michel

Segundo porque você embarca em Paris e desce lá pertinho, já no estacionamento antes da navette, que é gratuita. É muito prático, a gente quase não anda. E também não precisa ficar trocando de transporte.

Mont-Saint-Michel

Terceiro ponto é que a visita é mais completa do que eu esperava. Dá tempo de sobra de ver a abadia e isso quem vos fala é a pessoa mais lerda do mundo para visitar lugares históricos. Até fotos do teto do lugar eu tiro, fora que leio todas as explicações. E consegui fazer tudo isso numa boa e ainda acompanhar a guia. Se para mim deu tempo, então, para você também vai dar.

Mont-Saint-Michel

Assim, recomendo o passeio ao Mont Saint-Michel com a PARISCityVISION. E não é porque sou parceira deles não. Aliás, a parceria veio exatamente porque recomendo e gosto dos passeios da empresa.

Mont-Saint-Michel

Para o Mont Saint-Michel, a empresa tem tours a partir de 129 euros (valores de 2016), para visitas sem guia e sem almoço, que é a mais simples. Mas veja todos os passeios para lá neste link. Se você já conhece o lugar e quer fazer outra excursão, há opções de tours ao Vale do Loire, à região de Champagne, entre outras. É só escolher a que mais te interessar e ser feliz. Saiba mais no site da PARISCityVISION. Se vocês quiserem mais informações, escrevi sobre a empresa aqui

Mont-Saint-Michel

* Reserve hotel para Paris e outras cidades do mundo com o Booking
* Compre seu seguro de viagem com a Real ou com a Mondial
* Para fazer passeios e excursões, contate a ParisCityVision
* Para transfer e passeios privados, contate a França entre Amigos
* Compre ingressos fura-fila para várias atrações de Paris e outras cidades com a Ticketbar
* Alugue um carro com a Rentalcars
* Saiba mais sobre Cursos de idiomas no exterior

Renata Rocha Inforzato

Sou de São Paulo, e moro em Paris desde 2010. Sou jornalista, formada pela Cásper Líbero. Aqui na França, me formei em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X. Trabalho em todas essas áreas e também faço tradução, mas meu projeto mais importante é o Direto de Paris. Amo viajar, escrever, conhecer pessoas e ouvir histórias. Ah, e também sou louca por livros e animais.

Comentários (9)

  • Fernanda Souza Responder    

    12 de outubro de 2016 at 14:58

    Fiz um passeio com a PARISCityVISION para o Vale do Loire e gostei muito. Quero muito conhecer Mont Saint Michel. Bom saber que eles também fazem passeios para lá. Quem sabe consiga fazer na minha próxima viagem para a França.

  • Solange Maia Responder    

    24 de novembro de 2016 at 23:23

    E eu fui a Giverny com a PARISCityVISION…passeio inesquecível!!!!!!

  • Direto de Paris - Jornalismo em Paris Responder    

    7 de janeiro de 2017 at 20:30

    […] horas, o Mont Saint-Michel. Foi um convite da Paris City Vision e escrevi sobre a experiência neste texto sobre o passeio. Ao contrário do que eu pensava, não foi um bate-volta cansativo e deu para aproveitar bem o […]

  • Anita Responder    

    5 de junho de 2017 at 11:24

    Muito show. chegando em Paris da uma preguicinha de sair de lá, mas tem muita coisa linda pra se ver. Muito boa sua matéria, da vontade de ir correndo!

  • Adriana Responder    

    2 de julho de 2017 at 12:51

    Fui a Giverny e Versailles com a Paris city vision e realmente o tempo de visita foi muito adequado . Adorei porque embora seja uma excursão a gente não precisa fazer tudo correndo .

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Direto de Paris usa cookies para funcionar melhor. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close