Blois

Hospedagem em Blois – Hôtel du Bellay

18 de agosto de 2017

O Vale do Loire é uma das regiões mais visitadas da França. Muita gente faz bate e volta para lá, mas uma boa ideia é passar ao menos uma noite na região. E uma das cidades mais indicadas para isso é Blois.

Hospedagem em Blois
O Château de Blois ao fundo

Fui passar cinco dias na cidade para melhor explorar o Vale e alguns castelos. Como ia fazer muitos deslocamentos, queria um hotel no centro de Blois e com um orçamento que coubesse no meu bolso. Praticamente em todas as minhas viagens eu pago a hospedagem. É que isso me deixa mais à vontade para escrever e, além disso, possibilita uma experiência mais real no hotel, já que não falo que sou jornalista. Só no último dia que eles ficam sabendo.

Hospedagem em Blois
A rua do hotel, bem no centro histórico

Então, procurando uma hospedagem no Booking, acabei encontrando o Hôtel du Bellay, de duas estrelas. Olhei a localização no mapa e era realmente a menos de dez minutos a pé até o Castelo de Blois e a cinco minutos do centro da cidade. Era o que precisava. As avaliações eram até que positivas. Os comentários negativos eram, principalmente, sobre a decoração, que é bem simples. Como uso hotel para tomar banho e dormir, para mim estava bom. E outra coisa que gostei é o fato dele ficar em uma construção do século XV.

Hospedagem em Blois

O contato por email com eles foi ótimo. O check-in é a partir das 17 horas, mas como ia chegar mais cedo, perguntei se poderia deixar minha mala em alguma sala e eles disseram que sim. Peguei um quarto individual (apesar de estar marcado como duplo) com banheiro, internet e televisão por 30 euros. Achei o preço ótimo. Uma das maiores dificuldades de quem viaja sozinho é encontrar quartos individuais. A maioria dos hotéis tem quartos duplos e o viajante solo acaba pagando por duas pessoas. O café da manhã era seis euros, mas não contratei. Prefiro descobrir os cafés e padarias das cidades, ainda mais na França.

Hospedagem em Blois

Bom, cheguei a Blois e fui a pé até o hotel. Cerca de 15 minutos de caminhada a partir da estação de trem. Chegando lá, mais ou menos umas dez da manhã, uma surpresa: eles já haviam preparado o meu quarto e já me deixaram utilizá-lo, sem pagar nada a mais. Já vi hotéis mais chiques que não fizeram essa gentileza.

Hospedagem em Blois

O quarto é bem simples mesmo. Mas, lembre-se: eu peguei o mais barato. Os outros possuem decoração e conforto melhores, e o preço mais alto também. O mais caro era um quarto para quatro pessoas a 70 euros por noite. Ainda assim um bom preço. O banheiro do meu era minúsculo, mas o chuveiro era bom, bem quente e com pressão, como eu gosto. E a internet funcionou muito bem e a cama era confortável.

Hospedagem em Blois

Durante toda a minha estadia, a equipe foi muito gentil comigo. Me deram vários mapas e sugestões de visitas e restaurantes. O que sempre é bem-vindo. A cada vez que eu voltava ao hotel, eles perguntavam o que eu tinha visitado, se tinha gostado, etc. Enfim, é um lugar super simples, mas a localização, o preço e, principalmente, essa acolhida simpática fizeram toda a diferença. Para quem vai fazer os castelos do Loire de bicicleta, há uma garagem que pode ser usada gratuitamente.

Hospedagem em Blois

Hôtel du Bellay
12 Rue des Minimes
41000 Blois
Para reservar, clique aqui
Como ir a Blois – De Paris, a maneira mais fácil é pegar o trem a partir da Gare d’Austerlitz até a estação Blois-Chambord. O trajeto dura 1h30 para trens diretos e 2 horas para trajetos com uma troca de trem. Também há trens que saem da Gare Montparnasse, também em Paris. Neste caso, o tempo de viagem é de 2 horas. Mais informações sobre trajetos e horários, clique no site da SNCF

Hospedagem em Blois
A outra parte da rua do hotel

* Reserve hotel para Paris e outras cidades do mundo com o Booking
* Compre seu seguro de viagem com a Real ou com a Mondial
* Para fazer passeios e excursões, contate a ParisCityVision
* Para transfer e passeios privados, contate a França entre Amigos
* Compre ingressos fura-fila para várias atrações de Paris e outras cidades com a Ticketbar
* Alugue um carro com a Rentalcars
* Saiba mais sobre Cursos de idiomas no exterior

Renata Rocha Inforzato

<p>Sou de São Paulo, e moro em Paris desde 2010. Sou jornalista, formada pela Cásper Líbero. Aqui na França, me formei em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X. Trabalho em todas essas áreas e também faço tradução, mas meu projeto mais importante é o Direto de Paris. Amo viajar, escrever, conhecer pessoas e ouvir histórias. Ah, e também sou louca por livros e animais.</p>

Comentários (2)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Direto de Paris usa cookies para funcionar melhor. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close