Transportes

Como é o transporte público em Paris?

17 de outubro de 2012

Muita gente me pergunta como se locomover em transportes públicos em Paris. Em vista do número de opções, é uma dúvida importante. A cidade possui muitas linhas de metrô, trens e ônibus e não é raro ficarmos confusos, sem saber como o sistema funciona. Mas uma coisa é certa: é preciso aprender um pouquinho, pois dificilmente você não vai pegar “uma condução” em Paris. E isso não é uma notícia ruim, afinal o transporte público aqui é um dos mais eficientes do mundo e cobre praticamente toda a região parisiense.

metrô paris la défense linha 1 transporte
Vista do último vagão saindo de La Défense, linha 1 do metrô

Então, primeira coisa, a saber, é: quais são os diversos meios de transporte que a cidade oferece. Aí vão eles:

Metrô – O primeiro metrô parisiense foi inaugurado em 1900, para a Exposição Universal e os Jogos Olímpicos do mesmo ano. Foi a linha 1, que hoje é a que passa nos principais pontos turísticos. Atualmente, Paris possui 16 linhas e várias se cruzam. Elas ligam diversas regiões da cidade entre si e também a outros municípios mais próximos, como Vincennes, por exemplo. A distância entre as estações é bem pequena, cerca de 500m. Algumas delas se ligam também com as estações de RER.

metrô paris transporte pont neuf estação
Decoração de moedas na estação Pont-Neuf

RER – Sigla de Réseau Express Régional. É uma espécie de trem de alta velocidade que leva a diversas cidades da região de île-de-France (região da qual Paris faz parte). Criado em 1961, ele possui cinco linhas: A, B, C, D e E, mas cada uma delas tem bifurcações. Por exemplo: na plataforma do RER A, em qualquer estação parisiense, na direção de Marne-la-Vallée-Chessy, que é onde fica a Disney, também pode passar o RER A para Boissy Saint-Leger, que é também uma cidade da Île-de France. Para não pegar a direção errada, você deve ficar de olho na tabela que tem nas plataformas e que marca as estações por onde o trem vai passar. O interessante do RER é que ele une as pequenas estações da periferia parisiense à rede subterrânea quando passa na capital.

RER A La Défense Paris
Um trem do RER A

Transilien – São trens diferentes do RER, mas que também ligam diversas cidades, principalmente da Île-de-France. Eles saem e chegam às grandes estações parisienses, como, por exemplo, Saint-Lazare, nas mesmas áreas dos trens que vão para outras regiões da França, mas não nas mesmas plataformas. São oito linhas (H, J, K, L, N, P, R e U), que também possuem bifurcações. Então, também é bom ficar de olho no monitor com o itinerário. Um dos trens que leva a Fontainebleau, onde há um castelo, é um transilien, a linha R.

trem transilien sncf paris
Transilien na estação La Défense
monitor trem paris transporte
Monitor que indica o itinerário. Há vários tipos. Quando estiver escrito “direct” é porque ele não vai parar em nenhuma estação antes do destino, que nesse caso é Paris

Tramway – É uma espécie de bonde. Foi um meio de transporte bastante popular no século XIX: começou em 1855 e foi suspenso em 1937, por causa da popularização do automóvel e do transporte individual. Retomado na década de 1970, hoje a rede é composta por 9 linhas, numeradas com 1, 2, 3a, 3b, 4, 5, 6, 7 e 8. Elas também ligam cidades da Île-de-France, “contornando” Paris por fora.

tramway paris la defense porte de versailles tranporte
Uma estação de tramway

Ônibus – Há diversas linhas, impossível enumerar todas. Elas percorrem Paris e as cidades da região. Passam por diversas paradas, que são todas nomeadas. Em cada um desses pontos, você encontra o número da linha que passa ali, além dos horários e itinerários. E dentro do ônibus também há uma placa com o itinerário.
Ainda existem os Noctiliens, que são os ônibus noturnos. O número de linhas é reduzido, o intervalo é de uma hora e eles passam por pontos estratégicos de Paris e das cidades da região.

ônibus paris transporte público

Para administrar toda essa rede de transporte, há duas empresas: a RATP (Régie autonome des transports parisiens) – que cuida principalmente do metrô, dos RERs A e B, dos tramways 1, 2, 3a, 3b, 5, 6, 7, e 8 e dos ônibus -, e a SNCF (Société nationale des chemins de fer français) – que administra os RERs C, D e E, os trens Transilien e o Tramway 4.

tramway paris estação transporte viagem
Outra estação de tramway

Bom, aí estão os tipos de transporte público em Paris. Lendo assim, pode parecer difícil. Mas, na prática e fazendo os percursos, você irá entender melhor. Duas coisas importantes: sempre valide seu bilhete. Se você não passar por uma catraca, preste atenção nas máquinas na plataforma ou dentro do veículo, no caso dos ônibus ou tramways. Elas são para validar a passagem. Segundo, só jogue seu bilhete depois que sair da estação ou do ônibus. Pode aparecer algum fiscal e pedir para conferir a passagem. Se você a tiver jogado fora, terá que pagar multa.

vista sena tramway paris transporte viagem
Vista do Sena no percurso do tramway T2

Para ver o mapa interativo com todas as linhas do metrô, RER, Transilien e Tramway na região de Île-de-France, clique aqui
E veja os mapas dos ônibus diurnos e Noctiliens em Paris

* Reserve hotel para Paris e outras cidades do mundo com o Booking
* Compre seu seguro de viagem com a Real ou com a Mondial
* Para fazer passeios e excursões, contate a ParisCityVision
* Para transfer e passeios privados, contate a França entre Amigos
* Compre ingressos fura-fila para várias atrações de Paris e outras cidades com a Ticketbar
* Alugue um carro com a Rentalcars
* Saiba mais sobre Cursos de idiomas no exterior

Renata Rocha Inforzato

Sou de São Paulo, e moro em Paris desde 2010. Sou jornalista, formada pela Cásper Líbero. Aqui na França, me formei em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X. Trabalho em todas essas áreas e também faço tradução, mas meu projeto mais importante é o Direto de Paris. Amo viajar, escrever, conhecer pessoas e ouvir histórias. Ah, e também sou louca por livros e animais.

Comentários (71)

  • Karla Gê Responder    

    18 de outubro de 2012 at 2:17

    oi, Renatinha!
    Adorei o post! Não sabia que eram 16 linhas de metrô, achei que eram 14…essas duas a mais eu não conheço…
    Gostei de saber do trasilien e do tramway. Nunca andei nesses, vou querer experimentar, existe algum trajeto nesses dois que vc recomende?
    beijos

    • Renata Inforzato Responder    

      18 de outubro de 2012 at 11:37

      Oi Karlinha, obrigada! Então, existem dois metrôs que são bis: o 3 bis e o 7 bis. São linhas curtinhas, mas contam como linhas independentes. O transilien é um trem comum, assim, você que já viajou de trem não encontrará nada de especial no trajeto. Mas um dos trens que vai a Fontainebleau é um transilien (o outro trem que vai pra lá é o que vai pra Bourgogne, mas nesse caso é um TER regional). O tramway mais bonito é o T2. Tem uma parte do trajeto que é bonita, mas é rápida. É uma das fotos do post. O T2 é uma das opções para ir ao museu de Sèvres, é só parar na estação (que também chamam de parada) Musée de Sèvres. beijão

  • Juliana Responder    

    18 de outubro de 2012 at 18:55

    Uma das coisas que eu mais AMO em Paris é a eficiência do seu sistema de transporte!!! Adoro andar de busão por lá. Limpos, eficientes, modernos, confortáveis, pontuais….e os motoristas, com aquele uniforme, são um charme à parte! rsrsrs….

  • Ana Catarina Portugal Responder    

    18 de outubro de 2012 at 20:16

    Muito bom! Esse tipo de post ajuda muito os marinheiros de primeira viagem!
    Bjs

  • Monica G. Responder    

    18 de outubro de 2012 at 20:32

    Renata,
    Adorei o post!!! até eu que sou tarimbada em transportes parisienses aprendi mais coisas! Vou compartilhar na minha pagina de viagens, ok?
    Bisous !!

  • MARCIO PACHECO DA SILVA Responder    

    19 de outubro de 2012 at 2:04

    Renata, graças a deus pessoas maravilhosas como você existem. Além de prestação de utilidades públicas você também enriquece o nosso conhecimentos cultural, gastronômico, turística, esportivo, etc, etc… Você só esqueceu de incluir Les Bicyclettes como meio de transporte (risos). Conhecer Paris no selim de uma dessa belezuras é um colírio pros olhos. Sucesso sempre. Marcio.

    • Renata Inforzato Responder    

      19 de outubro de 2012 at 13:35

      Marcio, obrigadão!!!! Na verdade, não coloquei as Velibs de propósito porque foquei nos transportes coletivos e a explicação de como usar as bicicletas rende um post à parte. Abração

  • Monica Toledo Responder    

    19 de outubro de 2012 at 3:27

    Re, muito bom e esclarecedor seu texto. Útil para quem não conhece ou tem receio de se aventurar pelo transporte público em Paris.

    • Renata Inforzato Responder    

      19 de outubro de 2012 at 13:36

      Obrigadão, Monica! Agora falta você colocar para a gente ver aquelas fotos que você tem do metrô, né? beijão

  • Transporte público em Paris – Guia para comprar o bilhete certo | Direto de Paris Responder    

    9 de novembro de 2012 at 20:15

    […] Direto de Paris Jornalismo em Paris Pular para o conteúdo InícioA autoraSobre ← Como é o transporte público em Paris? […]

  • Marilene Terra Responder    

    1 de janeiro de 2013 at 19:32

    Olá Renata!

    Vou viajar para Paris pela primeira vez e gostei muito de seu post. Obrigada pelas informações. Se tiver mais dicas para “marinheiros de primeira viagem”, eu aceito!

    Bjs

    Marilene Terra

    • Renata Inforzato Responder    

      2 de janeiro de 2013 at 14:11

      Olá, Marilene, obrigadão pela visita. Pode deixar, vou colocando, sim, mais coisas sobre Paris e suas atrações. E se tiver alguma dúvida ou sugestão, pode me escrever. beijos

  • REGINA GUIMMARAES Responder    

    22 de abril de 2013 at 14:40

    Renata,

    Parabéns pelo site. É muito bom!
    Ufa! Tem informação legal, que não consigo parar de ler.
    Grande abraço.
    Sucesso!!!!!

  • Rubia Eloisa Responder    

    14 de maio de 2013 at 2:50

    Ola Renata!

    Achei suas dicas ótimas! Vou ficar em Saint Dennis e vi que em varias ruas ao redor há siglas como D1, D7… Você saberia me dizer se são linhas de ônibus? Creio que sejam linhas de ônibus, mas não tenho certeza. A “linha” D1 contorna o Sena…se vc puder me ajudar, desde já te agradeço muito! Abraços!

    • Renata Inforzato Responder    

      22 de maio de 2013 at 22:24

      Oi Rubia! Não, as indicações D, R, etc, são para estradas ou avenidas. Os ônibus são indicados só pelos números. Dá uma olhada na foto de um ônibus que tem no post. A placa de indicação da linha é exatamente igual a que está no próprio veículo. Obrigada pela visita e elogio. Abraços

  • Michele Responder    

    22 de maio de 2013 at 3:23

    Oi Renata, parabéns pelos post’s!!
    Estou embarcando para Paris pela primeira vez semana que vem, mas precisamente na quarta, dia 29. Tenho intenção de visitar o máximo de pontos turísticos possível, Torre, jardins, museus, castelos, etc… mas confesso que estou preocupada com clima, pelo que tenho visto, nos últimos dias tem chovido e a previsão de chuva se estende para próxima semana, gostaria da sua opinião: será que os passeios ficam muito comprometidos em dias de chuva?? Alguma sugestão em especial para essa época do ano?
    Agradeço desde já pelas ótimas dicas e pela atenção!
    Forte abraço
    Michele

    • Renata Inforzato Responder    

      22 de maio de 2013 at 22:30

      Oi Michele! Realmente o tempo este ano está uma tristeza só. A primavera pelo visto não dá as caras esse ano ou espero que venha atrasada e que com isso o verão dure mais. Não custa sonhar… Olha, se compromete o passeio? Depende do seu estilo, da sua tolerância à chuva e ao frio.. Claro que passeio de barco é meio chato fazer, assim como Giverny. Mas nada impede que você ande um pouco pela cidade, aproveitando para entrar em museus, lojas, igrejas, e fazendo pausas para tomar um café, um chocolate quente… Mas espero que semana que vem o tempo melhore. Beijos e obrigada pela visita

      • Michele Responder    

        23 de maio de 2013 at 2:05

        Obrigado pela atenção Renata!
        Essa questão do tempo interfere até na organização das malas, estou separando de tudo um pouco, casacos, suéter, mangas curtas, short e calças, pelo menos minha mala vai ser bem eclética… rsrsrsr
        Mais uma vez obrigado pelas dicas e parabéns pelo belo trabalho!!
        Felicidades
        Beijo grande

        • Renata Inforzato Responder    

          24 de maio de 2013 at 9:20

          Oi Michele! Obrigada! Bom, digamos que agora está como o inverno em SP (não sei se vc é de lá, eu sou). Dizem que segunda começa a esquentar… Vamos ver. bjs

  • Ines Rodrigues Responder    

    4 de julho de 2013 at 9:55

    Ola Renata
    Vou viajar em Setembro com o meu marido e meu filho de 8 anos para Paris, vivo em Portugal. Precisava da sua ajuda sobre o melhor e mais económico transporte:
    Hotel F1 Saint Witz A1 Roissy Cdg para Disneyland Paris
    Disneyland Paris para Torre Eiffel
    Torre Eiffel para Aeroporto CDG

    Seria possivel obter todas as direcções?

    Obrigado

    Ines

    • Renata Inforzato Responder    

      4 de julho de 2013 at 23:00

      Oi Ines. Não sei se vc vai estar com malas e nem a hora que vai para o aeroporto. Mas o melhor meio de calcular os itinerários é no site da RATP http://www.ratp.fr/itineraires/fr/ratp/recherche-avancee. Aqui vc digita o lugar de saída, dia, horário, assim como o de chegada e o site fornece o meio mais rápido, até com a duração da viagem. Uso sempre aqui. O mais barato é sempre por trem, mas se vc estiver com malas na hora de ir ao aeroporto, pode ser melhor contratar um transfer no trajeto até lá. Obrigadão pela visita.

  • Carlos Responder    

    26 de julho de 2013 at 6:16

    Olá Renata.
    Parabéns pelas ótimas dicas que encontramos aqui. Você tem nos orientado no planejamento da viagem de uma forma muito prática.
    Tenho uma dúvida: chego no CDG e vou de RER até St Michel/Notre Dame, de lá vou trocar de linha do RER para ir até Museu D’Orsay. Necessito comprar outro bilhete ou tenho um tempo para utilizar o mesmo bilhete, pois somente vou trocar de linha sem sair da estação? Obrigado.

    • Renata Inforzato Responder    

      26 de julho de 2013 at 18:57

      Oi Carlos

      Se você vem do RER B, desce na estação Saint Michel e já vai pegar o C ali mesmo, não precisa pagar outro bilhete. Você não vai passar por nenhuma catraca. Obrigadão pelo comentário.

  • Felipe Responder    

    25 de agosto de 2013 at 20:12

    Olá!
    Gostei muito destes posts, porém gostaria de abusar e pedir mais uma informação.
    Qual a validade de um ticket?
    Exemplo: Se eu comprar um ticket e for de um ponto a outro (Gare Du Nord -> Galliene, porém fazendo uma conexão na Republique), preciso de dois tickets ou o fato de eu não sair da estação na troca de linha na Republique me permite fazer esse trajeto com apenas um ticket?
    irei viajar e já estou com um roteiro elaborado, porém este ponto me causou uma dúvida e irá me indicar o que será melhor, se comprar tickets avulsos ou passes ilimitados para mais dias.

    abraços

    • Renata Inforzato Responder    

      26 de agosto de 2013 at 9:44

      Oi Felipe. Depende do ticket. O origine/destination vale bastante, sem ser utilizado. Tenho alguns aqui que comprei há meses. Mas a partir do momento que você utiliza, ele vale para quando você utilizou. O de um dia, por exemplo, vale para o dia que você utiliza. Quanto a vir da Gare du Nord, você vai comprar o bilhete para Paris e vai usar só um durante todo o trajeto. Obrigada pelo comentário

  • Joao Marcos Responder    

    1 de dezembro de 2013 at 16:01

    Ola, vou em Paris em dezembro e gostaria de saber se o transporte publico como o metro e 24 horas? vale a pena fazer um bate e volta em Londres ou Bruges em 1 dia so ou e muia coisa para apenas 1 dia? Ficarei hospedado na 12 avenue Fernand Pouillon, Eurohotel Creteil. Fica muito longe do centro e dos pontos turisticos? Quais sao as dicas de alimentacao barata em Paris ou tudo e caro? Grato por esclarecer minhas duvidas!

    • Renata Inforzato Responder    

      5 de dezembro de 2013 at 20:59

      Oi João, não tem metrô 24 horas. Só alguns ônibus especiais chamados Noctilien, que fazem as principais vias e passam de hora em hora. Não gosto de bate-e-volta, só se for muito perto mesmo. Mas isso sou eu. Londres bate-e-volta não compensa de jeito nenhum. Já Brugges muita gente faz e aqui no blog, na parte de cima, tem uma empresa que faz passeios para lá e é parceira do blog http://diretodeparis.com/passeios/. Você acessa o site da empresa pelo blog. Já alimentação depende do que é caro para vc. Eu acho que aqui não é tão caro, pois gasto menos e como melhor do que comia no Brasil, mas é minha opinião. Mas os restaurantes colocam o menu com preços na entrada e você pode ver antes de entrar. Um abraço

  • Gabriela Responder    

    9 de janeiro de 2014 at 2:13

    Escrevo uma fanfic que se passa em Paris e meus personagens até que usam bastante os transportes públicos mas eu não sabia como funcionava direito então merci por ter me ajudado com o post!
    Acredito que vou ter que voltar aqui mais vezes pra ter certeza de que não escrevi besteira haha
    Ah, parabéns também pela ótima explicação (:
    xx

  • André Responder    

    12 de fevereiro de 2014 at 0:44

    Renata !!!! Suas dicas são otimas ! Estou aqui tentando absorver tudo !
    Vc sabe me dizer se crianças pagam pelo transporte publico ? Estou indo no próximo sábado com 2 crianças (3/10anos) e se elas não pagassem , já seria uma boa economia , não !?

    Abraços !!!

  • Higiene Nunes Responder    

    26 de fevereiro de 2014 at 22:36

    Olá boa noite .
    Gostaria de saber se è possível programar a minha visita a Paris , eu chego ao CDG aeroporto e o meu hotel e a Meaux Av. Jean Bouvin, daqui no dia seguinte Disney. Outro dia visita a Paris. Qual o melhor transporte?Quale bilhete tenho que comprar , visto que o Aeroporto, a Disney e o Hotel e na zona 5. Para visitar Paris tenho só um dia.
    Desde já agradeço
    Com os melhores comprimentos
    Higino

  • Isadora Responder    

    3 de março de 2014 at 15:11

    Olá! Chegarei em Paris pelo Aeroporto Orly, pensei em pegar o ônibus da Air France até a estação Invalides, depois preciso chegar á estação Place d’Italie, qual trem devo pegar?
    Obrigada!

  • Catarina Responder    

    13 de março de 2014 at 10:23

    Bom dia Renata,

    Antes de mais muitos parabéns pela publicação – está fantástica – e do que leio também pela sua disponibilidade. Também adoro viajar (embora ultimamente a vida não tem permitido), conhecer pessoas, outras culturas, etc.
    Não querendo abusar mas a verdade é quea última vez que fiquei em Paris era ainda criança, gostaria de pedir a sua opinião.
    Viajo com marido para Paris no final de Março, chegando Sabado por volta da hora do almoço e regressamos Segunda-feira ao final do dia, via aeroporto Orly. O Hotel fica em Montparnasse pelo que pensei ir do Aeoroporto de Orly no Bus da Airfrance e para visitar Paris, uma vez que só iremos a Versailles, pensei comprar os Bilhetes Paris Visite (3 dias) zonas 1,2 e 3. Para Versailles o mais adequado será comprar o do RER origem / destino, comprando ida e volta é isso? O que aconselha?
    Agradeço antecipadamente e que caso ainda não conheça ou volte a viajar para Portugal disponha.
    Cumprimentos
    Catarina

    • Renata Inforzato Responder    

      13 de março de 2014 at 19:23

      Oi Catarina, obrigada pelo elogio. Adoro Portugal!!! É isso mesmo, para ir a Versailles, o melhor é o bilhete origine/destination ida e volta. Desejo a você uma ótima viagem. Um beijo

  • Tania maria Responder    

    25 de abril de 2014 at 19:49

    Oi, Renata.
    Estarei com meu esposo no inicio de agosto em Paris. Ja fomos em Janeiro de 2011, mas só usamos o metro. Gostariamos agora de aproveitar para caminhar e utilizar o ônibus para conhecer mais a vida parisiense e curtir o verão. Que linha de onibus posso pegar para ir dos Invalidos, onde vamos nos hospedar, até o Sacre Cour?
    Seu blog é muito bom!! Parabéns!
    Tânia.

    • Renata Inforzato Responder    

      26 de abril de 2014 at 17:09

      Oi Tania, entra no link http://www.ratp.fr, coloca os endereços que vc quer e clica em recherche avancée. Depois em mode, vc escolhe bus/tranway e dá a busca. Quando aparecer o resultado, vc clica em afficher la feuille de route e vai aparecer tudo detalhado, até os minutos que vc vai ter que andar. Um abraço

      • Tania maria Responder    

        30 de maio de 2014 at 19:23

        Muito obrigado pela super dica!!! Me ajudou muito!
        Estarei curtindo as ruas de Paris no verão…nem acredito!!!
        Um grande abraço!
        Tânia.

  • Solange Oliveira Responder    

    28 de maio de 2014 at 16:37

    Boa tarde Renata!

    Eu sou do Interior de SP. Estudo logistica e tive que apresentar um trabalho sobre o transporte coletivo em Paris, seu post foi de grande ajuda e complemento. Muito obrigada por compartilhar. Espero um dia conhecer essa cidade do transporte coletivo organizado. Forte abraço, sucesso!

    • Renata Inforzato Responder    

      28 de maio de 2014 at 21:51

      Oi Solange, que legal! Obrigada pelo elogio. Espero que seu trabalho tenha sido um sucesso e que em breve você possa ver tudo isso ao vivo. Um forte abraço

  • Lucila Responder    

    19 de junho de 2014 at 1:52

    Oi Renata…acompanhando suas ótimas explicações como usar o transporte de Paris, gostaria de saber, indo de SPaulo , chegando pelo aeroporto de Orly, qual transporte mais viável até Nanterre? O que vc sugere? quais bilhetes devo adquirir? e quantos até Nanterre. Será minha primeira viagem até Paris e não será agora, mas quero ir me programando. Agradeço antecipado, qq informação.

    • Renata Inforzato Responder    

      19 de junho de 2014 at 21:31

      Oi Lucila. Uma coisa que não sei se ficou claro no texto é que os lugares fora de Paris você chega e vai de RER e esses lugares são fora da zona 1. Para entender melhor, veja essa texto http://diretodeparis.com/como-e-o-transporte-publico-em-paris/ . A partir dessa informação, e de acordo com quantos dias você vai ficar aqui, você vê qual é o melhor bilhete. Para ver o itinerário que vc deve seguir, é só acessar o site http://www.ratp.fr . Ele marca também para qual zona vc deve comprar os bilhetes. Aí você vê quais bilhetes servem para a zona que você vai e qual compensa mais no seu caso. Um abraço

      • Lucila Responder    

        21 de junho de 2014 at 1:51

        Grata primeiramente por responder. Deixa ver se eu entendi. São diversas linhas, passando por Paris indo por diferentes regiões. Várias delas passam pelo local que eu pretendo ir, basta saber exatamente com qual linha eu quero? Nesse caso eu estando na plataforma, ler a tabela qual delas tem o nome do local pretendido. Seria isso? O aeroporto é longe de uma dessas estações? (desculpe tanta pergunta , mas já estou vendo o mapa, e já estou entendendo um pouco mais, no caso cliquei no nome do lugar que eu quero e saiu : rer – A . não precisa publicar aqui. Grata.

        • Renata Inforzato Responder    

          21 de junho de 2014 at 22:23

          É assim, na mesma plataforma passam trens para diferentes regiões. Por exemplo: no RER A há 3 destinos diferentes em um sentido e 2 em outro. Então, na plataforma tem telas com os nomes das estações em que o próximo trem vai passar. Você tem que ficar de olho nisso. Nanterre é no RER A, mas tem 3 estações: vc tem que ver qual é a sua. Para ir do aeroporto vc pega o RER B e vai até Chatelet e pega o A. Quanto ao bilhete, depende de quanto dura sua viagem, quantas vezes vc vai fazer o percurso Nanterre – Paris por dia, etc… Enfim, tem que ver quais bilhetes se encaixam para a zona 3 (Nanterre) e ver qual fica mais barato (levando em conta se vc vai sair todo dia, quantas vezes, etc)…

          • Lucila

            21 de junho de 2014 at 23:19

            Obrigada, Renata, agora está cada vez mais claro… Vou guardar essa informação. Desculpe minha insistência. Estive na Itália em Março, uma viagem muito esperada (décadas!) , com a ajuda da net, li vários blogues, “estudei” bastante a geografia de lá como estou fazendo agora com Paris. Facilitou muito minha viagem, fiquei em Roma e me virei muito bem. E olhe que fui só!…e não sabia nem o idioma, mas me virei muito bem, sabia onde eu estava, prá onde eu ia, quanto tempo levava cada viagem, a distancia de onde eu estava e os valores! Fiz meu próprio roteiro, visitei (muito rápido) ao todo 8 cidades. Resumindo amei!…amo fotografia, isso que me interessa quando viajo. Agora vou aprender um pouco o Francês para melhorar minha estadia, pois pretendo visitar mais lugares. Ah! detalhe tenho 67(faço 68 mes que vem) e amo viajar. Pena que não tenho um poder aquisitivo melhor, sou aposentada, mas me organizo bem. Espero que Paris seja tudo o que tanto sonhei(tenho certeza que é muito mais!) (desculpe me alongar. Abraço..e obrigada por tudo…(Lucila)

          • Renata Inforzato

            22 de junho de 2014 at 9:43

            Oi Lucila, não se preocupe! Pode perguntar o quanto quiser. É assim mesmo quando a gente vai para uma cidade e ainda mais para um país que a gente não conhece. Mas aos poucos vc vai domando a fera. Se te serve de incentivo, tenho duas amigas que vieram aqui pela primeira vez com a sua idade (sozinhas cada uma), sem falar francês, e deu tudo certo. Precisando estou aqui. Um beijão

  • andre Responder    

    4 de julho de 2014 at 6:41

    como faço para pegar um trem de alta velocidade de paris para bruges (bélgica) seu blog é otimo quase que não durmo muito bom voce é muito simpatica vou voltar ai em Paris em novembro agora 2014 e quero ir em bruges é bom lá . bem voce é otima belo blog um abraço desculpe algo tchau. obrigado

  • J Luciano F Costa Responder    

    4 de outubro de 2014 at 19:24

    Renata. O eu blog é realmente excepcional, como nunca visto. Parabéns .
    Viajarei para Europa em dezembro com minha esposa e chegarmos no dia 9/1/2015 cerca das 9:11 da manhã de TGV em Paris na Gare de Lyon, vindo de Genebra. No mesmo dia 9, retornaremos para o Brasil pela AirFrance que sairá de Paris as 23:20.
    pensamos aproveitar esse tempo para darmos um pulo em Saint Germain des Pres e arredores mas temos o problema de duas malas medias. Gostaria de saber se na Gare de Lyon há um local para deixarmos as malas guardadas até a tardinha quando iremos para Charles De Gaule de taxi ou por outro meio. Agradeço antecipadamente se você puder nos ajudar. Luciano Costa – Rio de Janeiro.
    P.S. Já estive em Paris varias vezes, sendo a ultima cecade 5 anos atras.

    • Renata Inforzato Responder    

      6 de outubro de 2014 at 19:38

      Oi Luciano. Tem sim um lugar para guardar as malas. Uma vez uma amiga guardou lá e fui com ela pegar. Acho que ela pagou 9 euros, mas não me lembro se foi isso mesmo. Lembro que da plataforma, a gente desceu a escada rolante (e acho que descemos mais uma). Mas é só chegar na estação e perguntar que vão te informar. Um abraço e obrigada pelo comentário e a visita

  • Lucila Vieira Responder    

    16 de fevereiro de 2015 at 19:27

    Oi Renata, sou eu novamente(aquela pessoa de 67 anos) que vc já deu umas informações, e agora está mais perto da data( será em Abril muito provavelmente) e tenho(desculpe) várias coisas para te perguntar, se possível responder no e.mail, é possível?

    • Renata Inforzato Responder    

      19 de fevereiro de 2015 at 22:11

      Oi Lucila! Eu sempre prefiro que as pessoas perguntem aqui nos comentários porque ajuda outras pessoas que podem ter as mesmas dúvidas. Então, se você puder, coloque as perguntas aqui e, se eu souber, respondo. Um beijo

  • Lucila Vieira Responder    

    9 de março de 2015 at 18:33

    entendi Renata perfeitamente, é que seria tantas as perguntas e temo correr o risco de nem saber perguntar, tantas são as dúvidas…e via e.mail eu saberia melhor me expôr..desculpe.

    • Renata Inforzato Responder    

      10 de março de 2015 at 23:19

      Oi Lucila, colocando aqui você vai ajudar muita gente. Mas releia sempre o texto, às vezes uma coisa que a gente não entendeu na primeira, depois a gente entende. bjs

  • Lucila Vieira Responder    

    22 de março de 2015 at 0:53

    Oi Renata…Então, (Por favor)vou começar perguntando, se os passes de trens também servem para o metrô, e como funciona, se eu comprando para 4 dias, tem limite de viagens que posso fazer por dia? Esse passe é comprado ao descer no próprio aeroporto de Orly ?Vc sabe o valor atual desse passe? e como faço para me deslocar do Aeroporto de té o centro de Paris. Outra pergunta, vc conhece a estação de metrô Simplon ? ( está certo o nome?) como faço para me deslocar até lá? Quanto tempo(aproximado) vc acha que eu levaria para me deslocar do Aeroporto até essa estação? ( está vendo quantas perguntas? desculpe, tá? Infelizmente tenho mais…mas vou dar um tempo rs…grata e desculpe…

    • Renata Inforzato Responder    

      22 de março de 2015 at 19:30

      Oi Lucila. Todas as respostas sobre bilhetes de transporte vc encontra aqui http://diretodeparis.com/guia-para-comprar-o-bilhete-certo/ . Leia com atenção quantas vezes for necessário e escolha o que for melhor para o seu tipo de viagem (a resposta sobre qual o melhor passe só vc pode saber, pois é vc quem sabe seu estilo de viajar). Para ver o melhor jeito de chegar a uma determinada estação, veja esse site http://www.ratp.fr (tem indicação dele nos textos): vc digita os nomes das estações e ele mostra o melhor caminho. Um abraço

  • Margarida Responder    

    27 de janeiro de 2016 at 23:21

    Olá Renata!
    Tenho viagem marcada para Paris. Chego pelas 9h da manhã (o que é óptimo), no entanto, o meu voo de regresso sai às 7h da manhã, de Orly… O que me está a preocupar é o facto de o Orlybus só começar a circular às 6h da manhã. O problema é que esta questão dos horários está a condicionar a marcação da estadia, porque não sei se deva ir para o centro ou ficar perto do aeroporto… Será que me pode ajudar?

  • Elsa Gonçalves Responder    

    27 de fevereiro de 2016 at 14:26

    Olá Renata, informações muito úteis realmente, para quem vai conhecer…. e na minha cabeça ainda há alguma confusão, pq às 9h30 a Orly e queria ir para o centro de Paris, Arco do Triunfo (deixar as malas em casa de amigos), esse dia queria aprovitar para conhcer alguns locais mais à mão(torre eiffel, louvre, catredal, etc)… mas também vou a trabalho, que começa no dia a seguir e vou ter que me deslocar sexta/sábado e domingo do Arco do Triunfo até Nanterre (Espace Chevreul) aí está a complicação…não sei como lá chegar… também vou estar em horário noturno….

    Ajuda!!!! Que transportes aconcelha

    • Renata Inforzato Responder    

      27 de fevereiro de 2016 at 21:32

      Oi Elsa, no final do texto, coloquei o link da RATP http://www.ratp.fr. Lá, na parte de Itineraires, você coloca o endereço de onde você vai estar e o de onde você quer chegar e eles mostram o melhor caminho. Não tem erro. Boa sorte

  • Saint-Lazare – A Gare de Monet - Direto de ParisDireto de Paris Responder    

    19 de março de 2016 at 14:22

    […] parisiense, que são as linhas Transilien J e L (explico o que é Transilien neste texto sobre o transporte em Paris). Eu, por exemplo, pego essas linhas para ir pra casa, em um trajeto que dura entre cinco e sete […]

  • Saint-Lazare – A Gare de Monet – Direto de Paris Responder    

    26 de março de 2016 at 19:52

    […] parisiense, que são as linhas Transilien J e L (explico o que é Transilien neste texto sobre o transporte em Paris). Eu, por exemplo, pego essas linhas para ir pra casa, em um trajeto que dura entre cinco e sete […]

  • Felipe Medeiros Motta Responder    

    27 de março de 2016 at 16:24

    Boa tarde!
    Tudo bem?
    Três perguntas:
    1) É verdade que quando a pessoa está no ponto e o ônibus atrasa, o passageiro não paga passagem?
    Sou formado em Língua e Literatura Francesa, e durante o meu curso, uma das minhas professoras me contou essa curiosidade. Não fiz graduação (Ensino Superior), fiz um curso normal, entre 2009 e 2013, mas com igual certificado.
    Inclusive, abandonei minha Faculdade de Jornalismo, prestes a concluí-la. por Amor à Língua Francesa, e te digo com segurança de que não me arrependo.
    2) Como você conseguiu a permissão para viver de vez na França?
    Também sou brasileiro. e tenho o sonho de poder morar de vez na França, mas não sei como fazer e nem por onde começar para conseguir essa permissão.
    Tenho uma viagem marcada para a França entre Junho e Julho do 2017, para fazer um curso de verão, na cidade de Nancy.
    3) O que você me recomenda para “agir”, durante esse período de 1 ano e 3 meses até o dia da viagem? E as recomendações principais durante a viagem?
    Vou com a minha professora de francês, e alguns colegas do curso.
    O Passaporte, já está quase encaminhado, falta só agendar e ir ao Posto da Polícia Federal, assinar, tirar a foto e colher as digitais.
    Estou estudando, para realizar as provas do Delf.
    Hoje, exclusivamente, dediquei minha manhã, a procurar dicas de como agir, e principalmente, de como NÃO agir, quando chegar à França, e também algumas curiosidades, mas não encontrei nada a respeito.
    Se você puder “me dar uns toques”, te agradeço!
    Merci Beaucoup!

    • Renata Rocha Inforzato Responder    

      27 de março de 2016 at 19:11

      Oi Felipe. Vamos às respostas 1) É mentira… Até porque o trânsito de Paris é horrível e os ônibus sempre atrasam um pouco. Agora há um painel eletrônico que diz quantos minutos faltam para que ele chegue e ele se altera de acordo com o trânsito. 2) Tenho cidadania italiana 3) Não existem dicas exatas de como se portar e se você ler isso em algum blog, duvide. Basta agir como uma pessoa correta e isso vale para qualquer país, inclusive não querendo ficar mais além do que o tempo de turista permite (90 dias). Parece óbvio, mas tem muito brasileiro que tenta desrespeitar isso. Um abração

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Direto de Paris usa cookies para funcionar melhor. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close