Mériel

Viagens & cinema – Musée Jean Gabin

9 de julho de 2014

Neste último final de semana, fui passear no Val d’Oise, uma região aqui perto de Paris muito bonita e que recomendo muito a visita. Nessas andanças, tive a chance de encontrar um museu muito legal e que é dedicado a um ícone do cinema francês: Jean Gabin.

Musée Jean Gabin

Jean Gabin (1904-1976) nasceu em Paris, mas passou sua infância e adolescência em Mériel, no Val d’Oise. Filho de um comediante de operetas acaba indo pela mesma carreira do pai, embora desejasse trabalhar como maquinista, como seu avô. Da janela do seu quarto, Jean via os trens chegando e saindo na estação da cidade.

Musée Jean Gabin

Com uma carreira de mais de 40 anos, foi um dos maiores atores do cinema e teatro franceses. Participou de 95 filmes, ao lado de grandes nomes, como os diretores Jean Renoir e Julien Duvivier; os atores Lino Ventura, Mireille Balin, Michèle Morgan e Alain Delon, entre muitos outros. O rosto bonito e expressivo de Gabin está presente em filmes como La grande illusion (1937), La Bête Humaine (1938), La Traversée de Paris (1956), só para citar alguns dos maiores clássicos franceses.

Musée Jean Gabin

A Visita
O museu fica na cidade de Mériel, aonde o ator ia sempre, em um imóvel cedido pela prefeitura. É o primeiro museu europeu dedicado a um ator. Foi criado pela Sociedade de amigos de Jean Gabin a partir de doações de sua última esposa, Dominique Gabin (falecida em 2002), que também participava da associação, assim como os filhos do ator, que participam até hoje.

Musée Jean Gabin

A inauguração aconteceu em 26 de setembro de 1992, junto com a pequena praça que também leva o nome do ator e onde fica o museu. Um busto de Jean Gabin, feito pelo escultor Jean Marais enfeita o local.

Musée Jean Gabin

Ocupando dois andares do imóvel, o Musée Jean Gabin retraça a história do mito como se fosse um roteiro cinematográfico. Fotos de filmagens e particulares, roupas e objetos que pertenceram a ele, cartazes de filmes, medalhas, cartas de familiares, de amigos e admiradores, tudo pode ser visto ali.

Musée Jean Gabin

O percurso começa no primeiro andar, com a infância e adolescência de Jean Gabin. Depois, os primeiros filmes, o sucesso e até mesmo os anos em que lutou pela França na Segunda Guerra Mundial. Seu uniforme militar também está exposto no museu.

Musée Jean Gabin

Musée Jean Gabin

Musée Jean Gabin

Vemos também várias fotos, objetos e até móveis, como a escrivaninha e uma cadeira que pertenceram ao ator. Também há roupas que ele usou em alguns filmes.

Musée Jean Gabin

Já no segundo andar, encontramos Jean Gabin já consagrado. Vemos vários prêmios que ganhou ao longo da carreira. Assim como cartas escritas por outras personalidades e admiradores. No final da visita, um documentário mostra a vida do ator, com cenas de filmes e entrevistas.

Musée Jean Gabin

Para quem gosta de cinema, é uma visita imperdível. O ambiente é intimista e, em meio a tantas lembranças de um mito, é impossível não se sentir tocado.

Musée Jean Gabin

Musée Jean Gabin
Place Jean Gabin
95630 Mériel
Horários: Aberto de metade de março a metade de novembro: sextas, das 14h às 17h, sábados, domingos e feriados, de 14h às 18h. Fechado em 1º de maio, 1º e 11 de novembro.
Grupos podem reservar visitas o ano todo.
Tarifa: 4 euros; reduzida: 2 euros. Grupos: 3 euros.

Como ir: Da Gare du Nord, pegar o trem Transilien linha H, direção Persan-Beaumont via Valmondois e descer na estação Mériel. O museu fica a 2 minutos a pé da estação. Mais informações aqui

Para ir de carro, consulte o site do Via Michelin

Musée Jean Gabin

* Reserve hotel para Paris e outras cidades do mundo com o Booking
* Compre seu seguro de viagem com a Real ou com a Mondial
* Para fazer passeios e excursões, contate a ParisCityVision
* Para transfer e passeios privados, contate a França entre Amigos
* Compre ingressos fura-fila para várias atrações de Paris e outras cidades com a Ticketbar
* Alugue um carro com a Rentalcars
* Saiba mais sobre Cursos de idiomas no exterior

Renata Rocha Inforzato

Sou de São Paulo, e moro em Paris desde 2010. Sou jornalista, formada pela Cásper Líbero. Aqui na França, me formei em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X. Trabalho em todas essas áreas e também faço tradução, mas meu projeto mais importante é o Direto de Paris. Amo viajar, escrever, conhecer pessoas e ouvir histórias. Ah, e também sou louca por livros e animais.

Comentários (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Direto de Paris usa cookies para funcionar melhor. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close