Comer & Beber

Rosa Bonheur – os restaurantes que são a cara do verão

12 de agosto de 2017

Um restaurante que é a cara do verão é o Rosa Bonheur. É o lugar perfeito para tomar um aperitivo e comer algo rápido ou uma pizza. Com duas unidades em Paris, eles acabam de abrir uma terceira e justamente ao lado da minha casa.

Rosa Bonheur

O Rosa Bonheur é conhecido por reavivar o espírito guinguette, ou seja, restaurantes à beira dos rios ou em áreas verdes, onde os preços são acessíveis, com música e até dança, e aonde as famílias vão se divertir, principalmente aos finais de semana. Esse tipo de diversão fez muito sucesso em meados do século XIX. Basta ver em inúmeras pinturas dos impressionistas.

Rosa Bonheur

O restaurante Rosa Bonheur já contava com duas unidades em Paris: uma no Parc des Buttes-Chaumont e outra nas Margens do Sena. E, desde metade de junho, uma terceira foi aberta, às portas da capital, na cidade de Asnières-sur-Seine, que também é banhada pelo rio mais famoso da França.

Rosa Bonheur

Como fica ao lado da minha casa, fui lá ver como é, se é como as outras unidades, que já conheço. E não me decepcionei. Para começar, o lugar escolhido também foi às margens do Sena e o ambiente é bem bonito. Há mesas como as de piqueniques e mesas baixas com espreguiçadeiras. A gente fica ali, comendo e bebendo calmamente, apreciando a paisagem e os belos cisnes, que ficam ali esperando que alguma alma caridosa jogue algo para eles comerem.

Rosa Bonheur

A cozinha é baseada em pizzas, sanduíches e petiscos. Tudo é feito ali mesmo. Nesta vez em que fui aqui à unidade de Asnières, escolhi uma pizza de Marguerita. A foto não faz jus à delícia e nem ao tamanho desta pizza, que era grande. A massa estava super crocante e tinha bastante queijo. Para beber, como fazia muito calor, escolhi um diabolo citron, que é uma bebida feita com limonada e xarope de limão (também pode ser feita com água com gás). Ao todo, gastei 13 euros.

Rosa Bonheur

Rosa Bonheur

Além do espaço para comer, o Rosa Bonheur também tem área para as crianças brincarem, um espaço para jogar petanca, que a francesada adora e lembra a bocha, pimbolim (ou pebolim ou totó, como preferir) e minitênis. Também há um bar e atividades musicais, com DJ, karaokê, etc.

Rosa Bonheur

Na entrada do espaço, um muro com vários grafites, realizados por uma série de artistas. Tem até uma referência ao Brasil. Então, fica aqui a dica para quem quer comer bem ou beber algo em um ambiente mais descontraído. Vou deixar o endereço das três unidades, incluindo esta perto de casa.

Rosa Bonheur

Rosa Bonheur

1) Rosa Bonheur – À l’Ouest
20 quai du docteur Dervaux
92600 Asnières-sur-Seine
Horários: De quarta a sábado, das 12h às 23h45. Domingos, das 12h às 21h.
Como ir a Asnières-sur-Seine: Na Gare Saint-Lazare, pegar o transilien das linhas J ou L e descer em Asnières. O trajeto dura entre 5 e 7 minutos.

2) Rosa Bonheur – Buttes-Chaumont
Parc des Buttes Chaumont
2, allée de la Cascade
75019 Paris.
Horários: Terças, das 18h30 à meia-noite. Quarta a sexta, das 12h à meia-noite. Sábados e domingos, das 10h à meia-noite.
Metrô: Botzaris – linha 7bis.
Jordain – linha 11.
Uns 10 minutos de caminhada dentro do parque.

3) Rosa Bonheur – Berges de Seine
Port des Invalides
75007 Paris
Horários: de terça a sábado, das 12h às 1h30. Domingo até terça, das 12h à meia-noite.
Metrô: Invalides – linhas 8, 13 e RER C
Champs-Élysées Clémenceau – linhas 1 e 13.

Rosa Bonheur

* Reserve hotel para Paris e outras cidades do mundo com o Booking
* Compre seu seguro de viagem com a Real ou com a Mondial
* Para fazer passeios e excursões, contate a ParisCityVision
* Para transfer e passeios privados, contate a França entre Amigos
* Compre ingressos fura-fila para várias atrações de Paris e outras cidades com a Ticketbar
* Alugue um carro com a Rentalcars
* Saiba mais sobre Cursos de idiomas no exterior

Renata Rocha Inforzato

Sou de São Paulo, e moro em Paris desde 2010. Sou jornalista, formada pela Cásper Líbero. Aqui na França, me formei em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X. Trabalho em todas essas áreas e também faço tradução, mas meu projeto mais importante é o Direto de Paris. Amo viajar, escrever, conhecer pessoas e ouvir histórias. Ah, e também sou louca por livros e animais.

Comentários (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Direto de Paris usa cookies para funcionar melhor. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close