Comer & Beber

Restaurante em Paris – Almoçando no Camélia, do Mandarin Oriental

19 de outubro de 2016

Muitos leitores pedem dicas de restaurante em Paris para ocasiões especiais. Então, este texto é dedicado especialmente a eles e nele vou contar uma experiência bem legal que tive em um dos melhores restaurantes da Cidade Luz: o Camélia, do Mandarin Oriental.

Restaurante em Paris

O Mandarin Oriental é uma rede de hotéis inaugurada em 1963, em Hong Kong. Hoje, está presente em vários países e é conhecida por oferecer serviços de qualidade, em um ambiente moderno, luxuoso, confortável e de extremo bom gosto. O Mandarin Oriental Paris foi inaugurado em 2011.

Restaurante em Paris
O terraço de uma das suítes do Mandarin Oriental Paris

Em setembro último, a Fernanda, do Preciso Viajar; a Martinha, do Viajoteca, e eu fomos convidadas pela Xmart Consultoria e Marketing para um almoço no Camélia, o restaurante do Mandarin Oriental Paris. Como era um dia bem quente de verão, nos deram uma mesa nos jardins. O lugar respira tranquilidade e é perfeito para um almoço entre amigas, que era o nosso caso.

Restaurante em Paris

O Camélia é comandado pelo chef Thierry Marx, um dos mais conhecidos e estrelados chefs de cozinha da França. Poder degustar um menu especialmente concebido por um chef de renome, e ainda mais no pais da gastronomia, é um privilégio enorme e seria impossível deixar passar. Para festejar a ocasião, pedimos champanhe, que nos foi trazida pela sorridente garçonete junto com pães deliciosos.

Restaurante em Paris
Uma das entradas: Les Tomates

Escolhemos o menu de entrada , prato e sobremesa. O cardápio é baseado em produtos frescos, fait maison (feitos em casa) e ligados à estação. Isso quer dizer que eles mudam de acordo com a época do ano. A inspiração é a cozinha francesa, mas com o toque de vanguarda do chef.

Restaurante em Paris
Um dos pratos: peixe

Como entrada, pedi a Salade de Plein Champ, que era composta por camarões grandes e vinagrete acidulado. Estava divino. Minhas amigas pediram as opções: Les Tomates (vários tipos de tomates, com morangos, burrata e óleo de baunilha e limão) e Thon Rouge (atum com condimentos e vinagre de Xerez).

Restaurante em Paris
A minha entrada: Salade de Plein Champ

Como prato, eu, que adoro uma massa, pedi Farfalles Fraîches (massa artesanal e fresca, com tomates frescos, azeitonas kalamata, azeite de manjericão e queijo pecorino). Como estava bom! As meninas foram de Boeuf (carne, acompanhada de queijo scamorza, batatas doces e ketchup levemente picante) e Bar (um tipo de peixe, acompanhado por abobrinhas com manjerona e molho acidulado de gengibre e pepino).

Restaurante em Paris
O meu prato: Farfalles Fraîches

Bom, eu não ia deixar de comer sobremesa de jeito nenhum. E ainda mais com chocolate. Então, não hesitei em pedir um Coupe Brownie, com sorvete de chocolate, sorvete de baunilha, brownie de chocolate, cobertura de chocolate e chantilly. Um sonho! As meninas foram de cheescake e café gourmand (café acompanhado de pâtisseries típicas francesas). Para acompanhar minha refeição, um delicioso Chablis, que é um vinho branco da Bourgogne

Restaurante em Paris
Coupe Brownie

O serviço esteve impecável do começo ao fim. Ficamos muito à vontade para conversarmos tranquilamente e fazer a refeição no nosso tempo. Fomos muito bem acolhidas e saímos super satisfeitas.

Restaurante em Paris

Assim, recomendo de olhos fechados o Camélia para quem vem a Paris e quer uma refeição inesquecível. Como moradora da cidade, posso dizer que foi uma experiência autêntica, de muito bom gosto. É luxuoso sim, mas um luxo à francesa, o que quer dizer acessível e sem ostentação desnecessária. São pratos de qualidade, com a assinatura de um grande chef francês e com preços não muito diferentes de um bom restaurante em Paris. Vale a pena!

Restaurante em Paris
Outro prato: a carne, que estava ao ponto

E se você vier fora do horário de almoço (que vai até 14h30), pode degustar uma das deliciosas pâtisseries da casa. O Mandarin Oriental tem também o Sur Mesure (um restaurante ainda mais sofisticado onde Thierry Marx propõe um menu que mexe com os sentidos), o Cake Shop, e o Bar 8. Opções para agradar o cliente é que não faltam ali. Se você quiser saber mais sobre o restaurante, veja também os relatos das meninas no Preciso Viajar e no Viajoteca.

Restaurante em Paris
Os doces do Café Gourmand

Camélia – Mandarin Oriental
251 Rue Saint-Honoré
75001 – Paris
Telefone: +33 (0)1 70 98 74 00
Horários: todos os dias, das 7h às 23h.

Restaurante em Paris

* Reserve hotel para Paris e outras cidades do mundo com o Booking
* Compre seu seguro de viagem com a Real ou com a Mondial
* Para fazer passeios e excursões, contate a ParisCityVision
* Para transfer e passeios privados, contate a França entre Amigos
* Compre ingressos fura-fila para várias atrações de Paris e outras cidades com a Ticketbar
* Alugue um carro com a Rentalcars
* Saiba mais sobre Cursos de idiomas no exterior

Renata Rocha Inforzato

Sou de São Paulo, e moro em Paris desde 2010. Sou jornalista, formada pela Cásper Líbero. Aqui na França, me formei em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X. Trabalho em todas essas áreas e também faço tradução, mas meu projeto mais importante é o Direto de Paris. Amo viajar, escrever, conhecer pessoas e ouvir histórias. Ah, e também sou louca por livros e animais.

Comentários (8)

  • Fernanda Souza Responder    

    20 de outubro de 2016 at 1:47

    Esse almoço foi mesmo perfeito. Agora precisamos voltar para o brunch que também parece ser divino.

  • Luciana Rodrigues Responder    

    27 de outubro de 2016 at 9:00

    Sei que o meu nem de longe vai ficar igual, mas vou tentar fazer uma versão pobre desse Les Tomates aqui em casa, porque adoro tomates e adoro mais ainda burrata.
    Post de comer com os olhos!

  • Gabi Moniz Responder    

    27 de outubro de 2016 at 17:48

    Que delícia!!! Fiquei com vontade de experimentar essa comida.
    Bom saber que é um luxo à francesa rs 😉

    • Renata Rocha Inforzato Responder    

      5 de novembro de 2016 at 12:51

      Oi Gabi, ahahahaha, quis dizer que é um luxo sem ostentação, ao contrário de alguns lugares em SP. O francês é muito discreto quanto a isso. Mas a comida estava muito boa mesmo, um beijão

  • Martinha Andersen Responder    

    1 de dezembro de 2016 at 20:06

    Deu saudade deste almoço… Estava muito bom (a comida e a companhia). =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Direto de Paris usa cookies para funcionar melhor. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close