Provins

Provins: jóia medieval pertinho de Paris

18 de julho de 2011

Situada a oitenta quilômetros de Paris, encontramos Provins. É uma cidade pequena para os nossos padrões, mas um verdadeiro tesouro para os amantes de História, de um bom espetáculo e da cultura francesa. Inserida na lista de Patrimônio Mundial da Unesco por seu conjunto arquitetônico medieval, Provins atrai a cada ano um número crescente de turistas, embora ainda seja um destino raro entre os brasileiros.

Andar pelas ruas de Provins é voltar quase mil anos na História

Provins nasceu dos campos de trigo, existentes até hoje e visíveis ao longo da estrada. A história da cidade é bem antiga e remonta aos primeiros séculos da nossa era. Nos tempos do Império Romano, sua localização era considerada estrategicamente privilegiada, principalmente para fins militares, pois a cidade estava bem no entroncamento das mais importantes rotas da época.

Mas é na Idade Média que Provins atinge seu auge. Ciente da importância da cidade, o imperador Carlos Magno, por volta do século VIII, para lá enviou seus Missi dominici – funcionários altamente poderosos com o papel de organizar e fiscalizar a administração de uma cidade. Pouco depois, a partir do ano 1000, mais uma vez favorecida por sua localização geográfica – era passagem obrigatória de nove estradas -, Provins se torna palco das mais importantes feiras medievais. Toda a Europa se encontrava ali duas vezes por ano naquela que era então a terceira maior cidade da França, atrás apenas de Paris e Rouen. Nessa época de trocas comerciais e culturais além das fronteiras nacionais, o papel de Provins foi tão importante, que a cidade chegou a ter até sua própria moeda, feito então reservado para cidades realmente poderosas. Seu apogeu dura até o século XIII, quando passa a sofrer a concorrência de outras feira medievais.

Um mergulho na Idade Média

Poupada pela urbanização e industrialização da região, a Provins de hoje permanece muito próxima daquela medieval. Com seu traçado urbano de origem, a cidade constitui um exemplo quase único, ao mesmo tempo completo e preservado, de uma grande cidade medieval da Europa. É um verdadeiro museu da arquitetura civil, religiosa e militar dos séculos XI, XII e XIII, o que lhe rendeu o título de Patrimônio Mundial da Unesco, em 13 de dezembro de 2001. E não só o centro histórico foi considerado pela Unesco, mas todo o perímetro urbano da cidade.

Uma das casas mais antigas de Provins - Século XIII

Provins é composta por duas partes: a Cidade Alta e Cidade Baixa. O centro histórico, com os principais monumentos, está situado na Cidade Alta. Para visitar os mais importantes, é possível adquirir passes de turismo. Há três tipos: o Pass Provins, o Pass Famille e o Pass Murailles. Cada passe vale para um dia, mas pode ser usado em até um ano após a compra. Mais informações aqui.

A cidade durante a Festa Medieval - Junho 2011

A cidade tem mais de 58 monumentos inscritos e seus arredores também têm atrações dignas de serem vistas. Mas para uma visita rápida, os lugares mais importantes são:

A Muralha, a Porta de São João e a Porta de Jouy

As muralhas foram edificadas entre os séculos XI e XII, à medida que a cidade crescia. Com mais de 25 metros de altura, no seu apogeu chegou a ter 5 quilômetros de extensão. Hoje restam 1200 metros. A parte destruída foi utilizada para construir ou reformar casas ao longo dos anos.
Já as Portas de São João e Jouy foram construídas no reinado de Felipe, o Belo, e constituem belos exemplares das portas reais do século XIV.
Restaurados a partir dos anos 1970, é possível subir em segurança na Muralha, a partir da Porta Jouy. O acesso é gratuito.

É possível subir nos 1200m que restam da Muralha
O caminho nas Muralhas
A Porta de Jouy

A Torre César

Há uma lenda que diz que a Torre foi construída no Período Romano por Júlio César. Mas na realidade, é uma construção da Idade Média, símbolo do apogeu de Provins. Construída sobre um esporão rochoso, seus primeiros registros datam de 1137: uma carta de Thibaud II, conde de Champagne, que menciona a Torre como limite da feira medieval. Mas, o telhado e sua estrutura só foram acabados nos séculos XVI e XVII.
Nas paredes das salas da Torre, são projetados pequenos filmes de 5 minutos de duração, que mostram o cotidiano do lugar ao longo de oito séculos. Vale a pena ver!

Horários de abertura:
De 2 de novembro a 1º de abril, das 14 às 17 horas.
De 2 de abril a 1º de novembro, das 10 às 18 horas.
Tarifas: 3,80 euros para adultos e 2,30 euros crianças até 12 anos.
Também pode ser visitado com os passes de turismo.

A Torre César
Nas paredes das salas da Torre, filmes mostram a história do lugar

La Grange aux Dîmes

Este edifício do século XIII era usado durante as feiras medievais como mercado coberto. No primeiro andar ficavam as lojas, o subsolo era uma espécie de depósito, já o segundo andar era usado para dormir.
Seu nome atual vem do fato de que no século XVII o edifício foi usado como armazém para os produtos arrecadados no dízimo (dîme), que era o imposto sobre os produtos agrícolas.
O edifício abriga hoje uma exposição de bonecos de cera, representando os mercadores e profissões da Idade Média.

Horários de abertura
De 2 de novembro a 1º de abril: finais de semana e feriados, das 14 às 17 horas.
De 2 de abril a 28 de agosto: todos os dias, das 10 às 18 horas.
De 29 de agosto a 1º. de novembro: finais de semana e feriados, das 10 às 18 horas; durante a semana de 14 às 18 horas.
Tarifas: 3,80 euros para adultos e 2,30 euros crianças até 12 anos.
Também pode ser visitado com os passes de turismo.

La Grange aux Dîmes

Os subterrâneos

Existem poucos documentos que esclarecem a existência dos subterrâneos. Como na Idade Média, a especialidade de Provins era um tecido de lã de alta qualidade, acredita-se que os subterrâneos eram utilizados para extrair “terre à foulon”, uma terra usada para lavar e desengordurar a lã. Mais tarde os subterrâneos também foram usados como depósitos para as feiras medievais, refúgio e também lugar de reuniões culturais, como dos maçons, por exemplo.
Hoje, podemos visitar a parte comum desse conjunto, cerca de 250 metros. A visita é realizada em grupos com número limitado de pessoas.

Horários de abertura:
De 2 de novembro a 1º de abril: finais de semana e feriados, às 14, 15 e 16 horas.
De 2 de abril a 1º de julho: finais de semana e feriados, das 10h30 às 18 horas; durante a semana às 15 e 16 horas.
De 2 de julho a 28 de agosto: finais de semana e feriados, das 10h30 às 18 horas; durante a semana das 13h45 às 18 horas.
De 29 de agosto a 21 de outubro: finais de semana e feriados, das 10h30 às 18 horas; durante a semana às 15 e 16 horas.
De 22 de outubro a 1º de novembro: finais de semana e feriados, das 10h30 às 18 horas; durante a semana às 14,15 e 16 horas.
Tarifas: Tarifas: 3,80 euros para adultos e 2,30 euros crianças até 12 anos.
Também pode ser visitado com os passes de turismo.

Os subterrâneos

Museu de Provins

Está situado na Casa Romana, cuja fachada remonta ao século XII e é um dos mais antigos edifícios civis de Provins. No museu, encontram-se objetos arqueológicos e de arte dos séculos XII ao XIX.

Horários de abertura:
De 5 de novembro a 1º. de abril: finais de semana e feriados, das 12 às 17h30.
De 2 de abril a 10 de junho: todos os dias, das 12 às 17h30.
De 11 de junho a 11 de setembro: todos os dias, das 11 às 18h30.
De 12 de setembro a 4 de novembro: todos os dias, das 12 às 17h30.
Tarifas: 3 euros – adultos; 1,50 crianças até 12 anos.
Também pode ser visitado com os passes de turismo.

A Maison Romane é onde fica o museu de Provins

Shows Medievais
Para quem vai visitar a cidade de abril a novembro, uma atração imperdível são os espetáculos medievais, que acontecem todos os dias. O mais curioso deles é o LES AIGLES DES REMPARTS, um show com aves de rapina, que mostra como era um dos principais passatempos dos senhores feudais: a falcoaria – que consistia em treinar e cuidar dessas aves para depois utilizá-las para caçar. Mas também participam outros animais, como cavalos, camelos e cães.
Mais informações sobre os shows aqui

Les Aigles des Remparts

Como chegar:
O modo mais simples de ir a Provins é pegando o trem em Paris, na Gare de L’Est. A viagem dura em torno de uma hora e meia. O bilhete ida e volta custa 21 euros. Mas você também pode usar o seu passe Paris Visite, zonas 1 a 6.
Saiba sobre o Paris visite aqui

Provins vista do terraço da Torre César

Importante!

As duas festas mais importantes da cidade são: a Festa Medieval (Médievales), que acontecem em junho, e a Festa da Colheita (Fête de la Moisson), que será nos dias 27 e 28 de agosto. Mas durante todo o ano, o que não faltam são festas e manifestações culturais. Se você puder ir em uma delas, não perca! Vale muito a pena!

Aqui você tem todas as informações sobre a cidade

Festa Medieval 2011 - a cidade inteira se transforma em uma grande vila medieval

* Reserve hotel para Paris e outras cidades do mundo com o Booking
* Compre seu seguro de viagem com a Real ou com a Mondial
* Para fazer passeios e excursões, contate a ParisCityVision
* Para transfer e passeios privados, contate a França entre Amigos
* Compre ingressos fura-fila para várias atrações de Paris e outras cidades com a Ticketbar
* Alugue um carro com a Rentalcars
* Saiba mais sobre Cursos de idiomas no exterior

Renata Rocha Inforzato

Sou de São Paulo, e moro em Paris desde 2010. Sou jornalista, formada pela Cásper Líbero. Aqui na França, me formei em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X. Trabalho em todas essas áreas e também faço tradução, mas meu projeto mais importante é o Direto de Paris. Amo viajar, escrever, conhecer pessoas e ouvir histórias. Ah, e também sou louca por livros e animais.

Comentários (49)

  • Ana Claudia Responder    

    29 de julho de 2011 at 20:14

    Oi Renata,

    Vim visitar seu blog e queria dizer que adorei tudo! As matérias estão muito boas, cheias de informações detalhadas e de dados básicos pra quem quiser fazer os passeios que você sugere. Tudo muito bonito e organizado (gosto disso! rs). Há muitas fotos e isso é fundamental! (Fotos ‘não turísticas’ que mostram a realidade sem aqueles retoques de ‘agências de viagens e revistas frescas…rs)

    Vou enviar o link pra’s pessoas legais que eu conheço e continuarei vindo aqui sempre.

    um beijo, saudades.
    E claro: parabéns pelo blog!

    (Faça um post sobre o curso que você está fazendo, vai ajudar muita gente).

    Ana

  • leda mendes Responder    

    14 de janeiro de 2012 at 16:45

    Adorei! Fiz uma viagem fantástica. Sou estudiosa sobre religiões antigas e gostaria, se possível, de obter informações adequadas sobre a festa da colheita (pagã) e o sacrifício de animais (cabritos,por exemplo) como já era descrito no velho testamento. Se souberes algo a respeito e puderes compartilhar comigo, ficaria grata. Parabéns e felicidades. Leda

    • Renata Inforzato Responder    

      29 de janeiro de 2012 at 17:06

      Oi Leda,

      Muito obrigada mesmo! Adoro esses assuntos relacionados à Idade Média. Não tenho nenhum material sobre isso, mas se souber te passo. Em Provins e em várias cidades da França, na época de agosto tem a festa da colheita e muito se fala da época medieval. Fui uma vez e pretendo ir esse ano. Vale a pena! Felicidades pra vc tb!

  • Humberto Responder    

    2 de março de 2012 at 21:53

    Renata, adorei, achei essa cidade muita linda, um dia se eu for a Paris irei também em PROVINS, com certeza……………abraços
    Beto
    João Pessoa – Paraíba-Brasil

    • Renata Inforzato Responder    

      22 de março de 2012 at 23:18

      Humberto, vá sim, a cidade é linda e tem vários espetáculos. Agora em abril eles voltam pra mais uma temporada. abraços

  • Sugestões de bate-volta a partir de Paris | Turista Profissional Responder    

    11 de abril de 2012 at 19:16

    […] Provins: de trem  na Gare de L’Est – […]

  • Estudar francês na França | as etapas do Campus France | Turista Profissional Responder    

    27 de agosto de 2012 at 1:49

    […] era muito simpática e me deu altas dicas de turismo. Inclusive, foi ela quem me sugeriu ir a Provins, que hoje é um dos meus lugares preferidos aqui na região parisiense e sobre o qual até escrevi […]

  • Jeferson Responder    

    13 de outubro de 2012 at 2:39

    Boa noite Renata.
    Achei o teu blog enquanto vasculhava informações sobre Provins e achei-o excelente!
    Te escrevo pelo seguinte: chegarei em Paris a partir do dia 21 de outubro e ficarei até o dia 24. Estarei com um grupo de pessoas, mas queria abrir mão de um dos passeios em Paris para ir em Provins, pois amo história e sou apaixonado pela Era Medieval ( só de arquivos de música desta época tenho uns 4 gigas!). Seria possível eu chegando lá rodar as muralhas e ruelas para algumas fotos e voltar a Paris em um período de 5 a 6 horas?
    Não queria desagradar as pessoas que gentilmente me presentearam com diárias no passeio deles pela Europa….podem não gostar de eu ir em separado a um outro local sabe….então, tentando minimizar um talvez mal estar queria ir mesmo assim mas rapidamente.
    Te agradeço pelo blog e por uma possível dica.
    Um abraço, Jeferson

    • Renata Inforzato Responder    

      15 de outubro de 2012 at 10:41

      Oi Jeferson, obrigada! Bom, você deve separar umas três horas só no trajeto de ida e volta. E três horas por lá. Claro que a visita depende do ritmo de cada um, mas acho que dá tempo separando 6 horas ao todo. Melhor ainda se você não parar para comer. Acho que dá tempo para passar nas portas, visitar a Tour e os subterrâneos. Mas só isso.

  • Francine Miura Responder    

    15 de janeiro de 2013 at 1:31

    Oi Renata.
    Estou indo para Paris no começo de maio de 2013, com meu futuro marido em lua de mel.
    Adoramos as dicas do seu blog, especialmente sobre Provins. Ficamos simplesmente fascinados pela cidade e não queremos ir embora sem visitá-la.
    Andamos pesquisando e não conseguimos muitas informações a respeito de horários de trens de Paris-Provins e Provins-Paris.
    Gostariamos de saber se você pode nos ajudar… até porque, pretendemos ficar em Provins para o banquete medieval, que como você disse, acaba tarde… e queriamos saber se tem trens saindo tarde da noite de Provins para Paris.
    Se vc puder nos ajudar quanto a quais passeios fazer em Provins e quanto, mais ou menos, a gente gasta por pessoa para fazer esses passeios, agadecemos também.
    Parabéns pelo blog. Você caprichou nele…
    Abraços e obrigado.

  • Erika Menin Responder    

    29 de janeiro de 2013 at 20:53

    Oi Renata, tudo bem? Adorei o seu blog! Estaremos em Paris do dia 03 até dia 10 de abril e graças as suas dicas, resolvemos, eu, meu marido e minha filha, ir ao banquete medieval em Provins. Só gostaria de saber como funciona a reserva do banquete pra eu poder fazer daqui do Brasil. Vi no site da “Tarverne des obliees” que tem banquete, no dia 06 de abril (sábado) às 20h e às 11h 30 também, está correto? O show acontece só durante a noite? É por aquele site mesmo que eu faço a reserva? Fiquei um pouco na dúvida de como fazer, meu francês é bem fraquinho e a tradução automática não foi tão boa assim, rsrs eles fazem a reserva pela internet?
    Desculpe por fazer tantas perguntas e agradeço desde já sua atenção.

    Abraços, Erika.

    • Renata Inforzato Responder    

      31 de janeiro de 2013 at 18:38

      Oi Erika,
      Obrigada pelo comentário! Você faz a reserva pelo site, mas, se preferir, pode mandar para este email também taverne.des.oubliees@gmail.com que eles respondem. Se está insegura com o francês, tente escrever em inglês ou até em português, pois há uma artista portuguesa no grupo. Quando eu fui, tinha show na hora do almoço também, mas você pode perguntar no email. Se for á noite, aconselho a alugar um carro ou dormir na cidade, pois o jantar acaba quase meia-noite. Qualquer dúvida, me escreva. Abração

      • Erika Menin Responder    

        31 de janeiro de 2013 at 20:59

        Oi Renata, obrigada! Enviei o e-mail pra eles, estou aguardando a resposta. Tinha ficado na dúvida de fazer a reserva pelo e-mail, mas como há essa possibilidade, fica bem mais fácil, né? Espero que dê certo. Obrigada pelas dicas, seu blog é ótimo!

        • Renata Inforzato Responder    

          1 de fevereiro de 2013 at 12:39

          Oi Erika,
          Obrigada. Na verdade, as reservas são pelo site mesmo, mas como pode acontecer algum problema, o email é uma garantia a mais.

  • Livia Responder    

    31 de janeiro de 2013 at 16:58

    Renata estou adorando o blog. Não conhecia. Parabéns

  • Nilza Freire Responder    

    1 de fevereiro de 2013 at 1:08

    Renata, esta reportagem está PHD total! Você disseca a cidade em fatos e fotos. Amei tudo, meus amigos também amaram, já que compartilhei, e você está de parabéns!

  • Ednéia Cartapatti Responder    

    6 de maio de 2013 at 2:31

    Estive em Provins há 20 dias…que cidade Maravilhosa, respirei história, estava muito frio, inclusive ao final da tarde uma leve e gelada chuva apareceu mas não retirou o brilho de estar neste local…Recomendo muito.

    • Renata Inforzato Responder    

      10 de maio de 2013 at 0:04

      Oi Ednéia, obrigada pela visita. Que bom que vc gostou de Provins! Amo aquele lugar. Um abraço

  • Post-vídeo: Médiévales 2013 em Provins | Direto de Paris Responder    

    19 de junho de 2013 at 23:17

    […] sou suspeita para falar, pois adoro o lugar. Aqui mesmo no blog, já escrevi também sobre as atrações da cidade e sobre a Taverne des Oubliées, onde passei uma noite inesquecível. Depois de ver os […]

  • Eloina Responder    

    8 de agosto de 2013 at 14:40

    Olá Renata, estaremos, uma amiga e eu, em Paris em outubro/13 e depois de visitar seu ótimo blog e saber sobre Provins, impossível não conhecer. Porém estou achando um pouco complicado verificar passagens de trens, valores e se é melhor comprar pelo site ou deixar para comprar em Paris mesmo. Fico com receio de não encontrar passagens, principalmente para o retorno. O que acha? Obrigada e um abraço.

    • Renata Inforzato Responder    

      8 de agosto de 2013 at 18:28

      Oi Eloina. Para essas regiões muito perto de Paris, não precisa comprar antes. Regiões muito perto, digo as que estão ainda na Île de France (região onde fica Paris). Fique atenta ao horário do trem na internet, chegue um pouco antes e compre ida e volta. Obrigada pela visita e bjs

  • Renata Responder    

    22 de agosto de 2013 at 21:07

    Oi Renata, adorei o site!

    Espero que você possa me ajudar. No site da SNCF encontrei a tarifa para região 5, é isso mesmo? Um bilhete mobile resolve? Tô adorando a idéia de conhecer Provins! Abraço e obrigada!

    • Renata Inforzato Responder    

      26 de agosto de 2013 at 9:46

      Oi Renata. Para ir pra Provins, o melhor bilhete é o Origine/Destination. Você coloca a estação de onde vai sair e como destino coloca Provins. Um abração e obrigada

  • Nadia Souza Responder    

    27 de outubro de 2013 at 20:15

    Olá Renata!!
    Estarei em Paris em novembro/2013 e fiquei encantada com suas informações sobre Provins, contudo tenho algumas dúvidas para me deslocar até aí:
    1º) É possível sair de Paris ao meio dia e retornar no mesmo dia?
    2º) Encontro com facilidade as passagens de ida e volta?
    3º) Tem algum espetáculo nos dias 11 e 12 de nov?

    Obrigada meeeesmo!

    • Renata Inforzato Responder    

      27 de outubro de 2013 at 21:02

      Oi Nadia. É possível sim ir e voltar a Provins no mesmo dia saindo de Paris. E as passagens você pode até comprar na hora. Só que os espetáculos esse ano vão até dia 3 de novembro. As atrações da cidade continuam durante o inverno, menos os shows. Obrigada pela visita

  • maria c. gomes Responder    

    2 de março de 2014 at 15:15

    Olá Renata ! gostei muito de seu blog e fiquei com vontade de conhecer Provins. Com certeza irei lá agora já em março. Gostaria de outras sugestões de lugares perto de Paris para visitas de um dia. Poderia me ajudar ? Agradeço desde já. Um abração.

    • Renata Inforzato Responder    

      2 de março de 2014 at 22:45

      Oi Maria, obrigada pela visita e pelo elogio. Bom, eu não sei exatamente do que você gosta. Então, baseado no meu gosto (história, cultura e arte), vou te dar algumas sugestões. Tem o castelo de Fontainebleau, a 40 minutos de Paris, que vale a visita. Também tem o de Chantilly, Vaux le Vicomte e, é claro, Versailles (só pra citar alguns). Se você gosta de arte, pode ir até Auvers-sur-Oise, a cidade onde van Gogh morreu e está enterrado. Tem bastante coisa lá pra ver (já escrevi duas atrações aqui). Um pouco mais longe, tem Chartres e sua magnífica catedral… Dependendo da quantidade de dias da sua viagem, já tem bastante lugar como sugestão. beijos

  • Claudia Lopes Responder    

    21 de março de 2014 at 19:53

    Olá Renata,
    Estarei em Paris em maio e gostaria muito de conhecer Provins, você poderia me dar dicas de como chegar e onde ficar?
    Para participar do jantar preciso reservar?
    Aguardo contato,
    Claudia

  • Thays Responder    

    3 de maio de 2014 at 20:46

    Olá Renata!
    Estou em Paris com meu marido e ficaremos dois meses aqui.
    Como foi feriadão na Europa e Paris estava muito cheia de turistas, procurei na Internet algum programa para “escapar” da cidade!
    Encontramos o seu site e adorei a sugestão de ir a Provins. Procuramos no site da Sncf passagem para irmos, mas informava que o trajeto estava em reforma justo nesse final de semana… Procuramos outra maneira de irmos no site oficial de Provins e voilá: fomos de RER A até Marne-la-Vallée/ Chessy (o da Disney) e fora da estação existe uma pequena Gare Routière, onde pegamos o onibus número 50 que os levou até Provins ao ladinho do Office de Tourisme (trajeto de 1 hora)! Ah, e como agora nos finais de semana a carta Navigo é dezonada, fizemos tudo isso sem pagar nadinha!
    Normalmente o onibus cobra 2 euros por trajeto!
    Conseguimos ir no Banquet des Troubadors que agora tem também no almoço!
    Suas dicas são ótimas e continuaremos a seguir!
    Thays Ibagy

    • Renata Inforzato Responder    

      3 de maio de 2014 at 21:03

      Oi Thays, que bom que gostou de Provins! Na primeira vez em que fui lá, fiz esse mesmo caminho que você. Nas outras, fui de trem. Mas no texto, sempre coloco o mais rápido e mais fácil, até porque o pessoal muitas vezes se perde nas baldeações. O banquete é muito legal, né? Obrigada pela companhia e um beijão

  • Médiévales 2014 de Provins – relato de uma viagem no tempo | Direto de Paris Responder    

    25 de junho de 2014 at 21:23

    […] Os restaurantes também entram no clima, com menus medievais. A Taverne des Oubliées também fica aberta, além das atrações turísticas e os espetáculos da cidade (que já escrevi aqui). […]

  • Maria Responder    

    21 de setembro de 2014 at 20:52

    Morei um tempo em Paris e conhece muita coisa enquanto estive lá, mas um lugar dos lugares que mais me marcou, foi Provins, para quem ama historia imperdivel, alem de muito linda, tem muita vida, pois é muito visitada.Vale apena reservar um dia para ir até Provins saindo de Paris.

  • Olinto Mello Responder    

    21 de dezembro de 2014 at 18:32

    Oi Renata,
    Estou indo amanhã, seguindo suas orientações.
    Conversei com amigos franceses que já foram lá e me disseram que está ótima a sua orientação.
    Obrigado e te mando notícias qdo voltar.

    • Renata Inforzato Responder    

      22 de dezembro de 2014 at 21:01

      Oi Olinto, espero que tenha dado tudo certo no seu passeio. Obrigada pelo comentário. Um abraço

  • Médiévales 2015 de Provins – dois dias de imersão na Idade Média | Direto de Paris Responder    

    21 de junho de 2015 at 23:39

    […] você se interessou pela festa e quer saber mais sobre Provins, dá uma olhada nesse post sobre a cidade. Sobre as outras edições das Médiévales, você pode clicar aqui, aqui e aqui(tem […]

  • deborah matt Responder    

    18 de outubro de 2015 at 0:02

    Visitar seu Blog é sempre certeza de muitas informações, dicas e uma verdadeira viagem!!! Sabe que sou sua fã, e sempre que posso compartilho para que meus amigos também possam conhecer o Direto de Paris!

    parabéns!
    Sei quanto trabalho dá fazer um Blog, e principalmente, manter!
    Principalmente, com qualidade!!

    Bjs

    • Renata Inforzato Responder    

      18 de outubro de 2015 at 9:35

      Deb, eu devo também a amigos e leitores fieis o ânimo para continuar, porque realmente dá muito trabalho. Obrigada por acompanhar o blog antes mesmo da gente se conhecer pessoalmente e por ser essa amiga incrível que você é. um beijão

  • Paris e arredores – Os principais Mercados de Natal de 2015 - Direto de ParisDireto de Paris Responder    

    9 de novembro de 2015 at 13:39

    […] à luz de velas. Imperdível! Para ter uma ideia do que o espera, veja o texto que escrevi sobre as atrações de Provins e o outro que escrevi sobre a cidade iluminada por […]

  • Direto de Paris - Jornalismo em Paris Responder    

    28 de junho de 2016 at 23:42

    […] Provins é uma cidade situada a 80 quilômetros de Paris. Ela é conhecida pela sua arquitetura medieval que faz parte, inclusive, da lista do Patrimônio Mundial da Unesco. Na Idade Média, ela foi um dos lugares mais prósperos da França e era onde aconteciam as Foires de Champagne, feiras de comércio que reuniam pessoas de vários cantos da Europa. […]

  • Direto de Paris - Jornalismo em Paris Responder    

    25 de agosto de 2016 at 14:16

    […] ali para fazer negócios. Além de Troyes, outras cidades da Champagne recebem as feiras, como Provins, por […]

  • Direto de Paris: dicas de atrações turísticas que nem sempre sabemos que existem Responder    

    6 de outubro de 2016 at 17:28

    […] – Provins: jóia medieval pertinho de Paris; […]

  • Direto de Paris - Jornalismo em Paris Responder    

    11 de fevereiro de 2017 at 7:42

    […] a região da Champagne, tornando-se também conde de Champagne, controlando, assim, as cidades de Provins e Troyes, que eram prósperas. Nessa época, ele constrói uma grande torre de pedra no Château de […]

  • Quido Jarotzky Responder    

    17 de abril de 2017 at 22:52

    Pretendo ir a Provins no início de maio. Sei que o trem é o Transilien linha P que sai da Gare de L’est mas não estou conseguindo comprar a passagem nem ver os horários dos trens.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Direto de Paris usa cookies para funcionar melhor. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close