Provins

Médiévales de Provins 2016 – Viagens e descobertas

28 de junho de 2016

Nos dias 11 e 12 de junho fui a mais uma Médiévales de Provins. Foi a 33ª realizada na cidade e a 5ª vez em que eu fui. E, mesmo indo todos os anos, nunca é a mesma coisa, pois cada edição é diferente da outra, fora que fazer uma viagem à Idade Média é sempre muito legal.

Médiévales 2016

Já escrevi bastante sobre as Médiévales: tem a edição 2012, 2013, 2014 e 2015, todas publicadas aqui no blog. Mas não poderia deixar de registrar a deste ano, com tudo o que vi por lá.

Médiévales 2016

Provins é uma cidade situada a 80 quilômetros de Paris. Ela é conhecida pela sua arquitetura medieval que faz parte, inclusive, da lista do Patrimônio Mundial da Unesco. Na Idade Média, ela foi um dos lugares mais prósperos da França e era onde aconteciam as Foires de Champagne, feiras de comércio que reuniam pessoas de vários cantos da Europa.

Médiévales 2016

Então, as Médiévales, festa que acontece todo ano durante um final de semana de junho, nada mais é que a recriação destas feiras medievais, com muitos produtos – vários deles comercializados desde aquela época -, comida, música, dança e espetáculos. É bem legal de ver. Este ano, fiquei triste de não poder ir aos dois dias, então, fui só no domingo. Mas, apesar da chuva, deu para aproveitar bastante.

Médiévales 2016

Na edição de 2016, o tema foi Viagens e Descobertas. Na Place du Châtel, a principal da cidade, foi instalado um navio. A criançada fez a festa, subindo pelo mastro para tocar o sino. Aliás, as crianças se divertem demais durante todo o evento, pois várias animações são para elas. E não há necessidade de entender o francês para participar.

Médiévales 2016

Durante os dois dias de Médiévales, há vários ateliês, como de culinária medieval, caligrafia, etc, além de torneios e competições, para grandes e pequenos. Tudo gratuito (os ateliês e competições).

Médiévales 2016

Médiévales 2016
Preparados para atacar

Como todos os anos, houve muitas apresentações musicais e artísticas pelas ruas da cidade e também no palco da Place du Châtel. Este ano, a Compagnie Tornals estava de novo presente e foi legal rever o show de dança Tanoura (olha o vídeo abaixo).

Médiévales 2016
Show com o grupo Tempradura
Médiévales 2016
grupo Tornals

No fosso, ao lado da muralha, havia o acampamento medieval. Além de produtos e comidas que eram vendidos ali, havia muita explicação sobre como era a vida na Idade Média. Uma das coisas mais interessantes que encontrei este ano foi esta mulher que explicava como usar esta espécie de ducha medieval: bastava colocar o objeto em um balde com água e flores – no caso, rosas – enchê-lo e depois usar. E tem pressão.

Médiévales 2016

Médiévales 2016
Olhem o óculos dele

Também encontramos, no acampamento, especialistas em diversas áreas, que estudam a Idade Média, e aproveitam a ocasião para compartilhar seus conhecimentos. Há especialistas em armas e combates, em vestimenta, em artesanato antigo e até em música. Como este senhor do vídeo, que estuda os instrumentos musicais medievais e me deu uma palhinha.

Assim como nas antigas Foires de Champagne, barracas de artesanato, comida e outros produtos se espalham pela cidade. Vários deles feitos à moda antiga, que se misturam com outros mais modernos. É a chance de comprar coisas interessantes diretamente com quem produz. E todo mundo vendendo vestido a caráter, isto é, como na Idade Média.

Médiévales 2016

Médiévales 2016

Muita coisa para se comer, como leitão na brasa, crepe, doces, alguns realizados como no período medieval, e muito mais. Sempre aproveito para comer Fondant aux Pommes, doce frito de maçã, que vem da região do Limousin, e é uma delícia. Os restaurantes da cidade também aproveitam a ocasião e propõem menus medievais.

Médiévales 2016

Médiévales 2016

E o ponto alto da festa, como sempre, é o desfile. A maioria dos participantes faz parte de grupos e associações de toda a Europa, mas qualquer pessoa vestida como na Idade Média pode participar, basta se inscrever ao chegar à festa.

Médiévales 2016

Médiévales 2016

A chuva este ano atrapalhou um pouco, pois começou a cair forte na hora em que o pessoal desfilava. Mas, como podem ver no vídeo, o pessoal não desanimou.

Durante as Médiévales, os monumentos da cidade ficam abertos, assim como os shows medievais, que têm mais sessões por dia do que no resto do ano (os espetáculos acontecem de abril a novembro). Todos são pagos à parte, exceção para o Musée de Provins.

Médiévales 2016
La Légende des Chevaliers, um dos espetáculos de Provins

Como falo todos os anos já: se você vem a Paris e gostaria de um passeio diferente, recomendo demais Provins. Se puder vir em junho, participe das Médiévales. É uma festa única. A de 2016 já foi, mas temos a data de 2017: 24 e 25 de junho. Dá tempo de se programar! E para quem quiser ver mais vídeos de Provins, acesse o canal do Direto de Paris no Youtube

Médiévales 2016

Médiévales de Provins
Sempre um final de semana de junho
Tarifas 2016 – 1 dia: 11 euros. 2 dias: 15 euros.
Para pessoas com roupa medieval – 1 dia: 5 euros. 2 dias: 6 euros.
Crianças até 12 anos não pagam.
Para saber mais sobre a festa, acesso o site oficial

Médiévales 2016

Como ir a Provins:
O modo mais fácil é pegar o trem em Paris, na Gare de l’Est (linha P) até Provins. O trajeto dura mais ou menos uma hora e meia. Para saber mais sobre o caminho, consulte o Vianavigo

Médiévales 2016

* Reserve hotel para Paris e outras cidades do mundo com o Booking
* Compre seu seguro de viagem com a Real ou com a Mondial
* Para fazer passeios e excursões, contate a ParisCityVision
* Para transfer e passeios privados, contate a França entre Amigos
* Compre ingressos fura-fila para várias atrações de Paris e outras cidades com a Ticketbar
* Alugue um carro com a Rentalcars
* Saiba mais sobre Cursos de idiomas no exterior

Renata Rocha Inforzato

<p>Sou de São Paulo, e moro em Paris desde 2010. Sou jornalista, formada pela Cásper Líbero. Aqui na França, me formei em História da Arte e Arqueologia na Université Paris X. Trabalho em todas essas áreas e também faço tradução, mas meu projeto mais importante é o Direto de Paris. Amo viajar, escrever, conhecer pessoas e ouvir histórias. Ah, e também sou louca por livros e animais.</p>

Comentários (3)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Direto de Paris usa cookies para funcionar melhor. Mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close